Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Sexta, 12 Janeiro 2018 20:02 Última modificação em Quarta, 17 Janeiro 2018 20:39

Militantes do PCO são detidos pela PM por colagem de cartaz em defesa de Lula

Avalie este item
(3 votos)
País: Brasil / Repressom e direitos humanos / Fonte: Causa Operária

Nessa quinta-feira, dia 11, um episódio deixou claro o que significa o golpe de Estado e o caminho que o regime político vai seguir caso ele não seja derrotado pela mobilização popular. Um grupo de jovens militantes do PCO foi detido no centro de São Paulo, na avenida Paulista, simplesmente por estarem colando cartazes contra a condenação de Lula.

Os militantes estavam fazendo a atividade quando foram abordados de maneira totalmente irregular por cinco viaturas da Polícia Militar. Foram três viaturas, ou seja, cerca de 15 policiais para sete militantes portando perigosos cartazes de papel.

Na abordagem, os policiais deixaram o jovens por cerca de uma hora e maia parado em pé, intimidando e revistando todo o material, mochilas, sacolas e bolsas. Os “perigosos” cartazes em defesa de Lula foram apreendidos. Tudo aconteceu na rua Itapeva, uma travessa da avenida Paulista, ou seja, os policiais fascistas aproveitaram a pouca movimentação de pessoas.

Durante a abordagem, a intimidação tradicional da polícia. Ameaças, acusações infundadas, tortura psicológica, xingamentos. Os policiais ainda perguntavam se os militantes estavam sendo pagos pelo PT para fazer aquele trabalho, o que mostra que a abordagem foi uma clara intimidação política típica da direita fascista.

Depois de todo esse tempo, todos foram levados para a Delegacia de Polícia no bairro do Jardins. Nesse momento, começou mais uma rodada de intimidações.

Os policiais jogaram os militantes no porta-malas dos veículos, dirigindo em alta velocidade, dando cavalo de pau na tentativa de criar um terror entre os detidos.

Ao chegarem na delegacia, os policiais militares e o delegado fizeram comentários em defesa do deputado fascista Jair Bolsonaro. Tiraram fotos das camisetas do PCO dizendo que iriam postar em grupos pró-Bolsonaro se vangloriando de terem prendido comunistas.

O último companheiro só foi liberado após as 2 horas da madrugada de quinta para sexta.

O episódio serve de lição. É preciso intensificar o trabalho de agitação contra o golpe e em defesa de Lula. A ação da polícia revela que a direita está levantando a cabeça e cada vez mais os órgãos de repressão estão à vontade para cometerem todo o tipo de arbitrariedade.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar