Publicidade

Diário Liberdade
Quarta, 08 Agosto 2018 06:27 Última modificação em Domingo, 12 Agosto 2018 22:35

Apresentador de TV de Miami sabia do plano terrorista contra Maduro

Avalie este item
(1 Voto)
País: Venezuela / Direitos nacionais e imperialismo / Fonte: AVN

O apresentador peruano radicado em Miami, nos Estados Unidos, Jaime Bayly, afirmou que sabia do planejamento da tentativa de magnicídio executada contra o presidente da República, Nicolás Maduro, e advertiu que haveria mas ações do gênero.

"Eu soube do plano durante a semana", revelou Bayly no dia 6 de agosto em seu programa, acrescentando que foi convidado a uma reunião em que lhe disseram que no "sábado vamos matar Maduro com drones".

"Me disseram que vão matar Maduro com um drone. 'eu acho que estão fanfarreando. Isto não vai ocorrer', mas ocorreu", para logo mostrar seu desejo de morte contra Maduro ao dizer: "Se necessitam um drone a mais me digam".

Ele advertiu no vídeo divulgado no Youtube, que os conspiradores "são bastante competentes" e que "virão mais" ataques contra o chefe de Estado venezuelano.



Também assegurou que o governo dos Estados Unidos vai "tentar ajudar os rebeldes venezuelanos", que, segundo ele, são ex-policiais e ex-militares da Venezuela.

A tentativa de magnicídio ocorreu no último sábado na avenida Bolívar de Caracas, durante a celebração dos 81 anos da Guarda Nacional Bolivariana, deixando sete pessoas feridas.

O presidente Maduro denunciou horas mais tarde que o eixo Bogotá-Miami, está por trás do ataque, com o apoio da extrema-direita venezuelana.

Leia também:

Milhares de venezuelanos saem às ruas em solidariedade a Nicolás Maduro



Nesta segunda-feira, o mandatário nacional denunciou que os terroristas que participaram do atentado treinavam em  Chinácota, ao norte de Santander, departamento da Colômbia, com um grupo colombiano, e com a participação do governo do ex-presidente, Juan Manuel Santos.

Todos os autores materiais do atentado foram presos e o governo trabalha para capturar os autores intelectuais.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar