Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Sexta, 14 Setembro 2018 21:47

2.780 venezuelanos foram repatriados com o plano Volta à Pátria

Avalie este item
(2 votos)
País: Venezuela / Migraçons / Fonte: AVN

Um total de 2.780 venezuelanos foram repatriados com o plano Volta à Pátria, informou nesta segunda-feira o vice-presidente de Comunicação, Cultura e Turismo, Jorge Rodríguez.

"Até o momento temos 2.780 venezuelanos e irmãos que foram repatriados dos territórios do Brasil, Peru, Equador, Colômbia" afirmou.

Em coletiva de imprensa, Rodríguez explicou  que o governo recebeu milhares de pedidos para continuar repatriando venezuelanos que emigraram a países da América do Sul. 

Ele denunciou que roubaram uma criança da comunidade indígena Yukpa para que fosse submetida ao trabalho escravo na Colômbia e quando foram buscá-la e regressaram, os meios de comunicação usaram o caso para dizer que os indígenas estavam emigrando.

O também ministro da Comunicação e Informação considerou como "uma gigantesca fraude" a tese de uma suposta crise humanitária na Venezuela, que tem como objetivo uma intervenção militar contra o país.

Segundo dados, 77% das pessoas que atravessam diariamente a ponte internacional Simón Bolívar, que conecta Táchira na Venezuela com a cidade colombiana de Cúcuta, são colombianos.

Rodríguez recordou que na Venezuela moram mais de 5,6 milhões de colombianos que não querem ir embora do país porque o governo bolivariano os integrou e incluiu dentro do programa de proteção social. 

"Se na Venezuela há uma crise humanitária, por que Iván Duque (presidente da Colômbia) não manda aviões para buscar os seis milhões de colombianos que vivem aqui?", perguntou.

Rodríguez afirmou que a campanha de opinião sobre uma suposta crise humanitária ganhou força porque o governo venezuelano está executando o Programa de Recuperação, Crescimento e Prosperidade Econômica.

Ele destacou que o plano começou com êxito com o pagamento de 25% do salário aos trabalhadores públicos e privados no dia 7 de setembro, o estabelecimento de um único tipo de câmbio flutuante, a instalação de mecanismos em 44 cidades do país para pagar gasolina subsidiada com o Carnê da Pátria, sem deixar de lado a proteção social através dos programas sociais conhecidos como Missões e Grandes Missões. 

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar