Publicidade

Diário Liberdade
Domingo, 01 Mai 2016 19:13

França: Distúrbios e 120 detidos nos protestos contra a reforma trabalhista francesa

Avalie este item
(0 votos)
País: França / Laboral/Economia / Fonte: PCB

O repúdio à reforma trabalhista que prepara o Governo de François Hollande continua provocando mobilizações nas ruas.

 Nesta quinta-feira, respondendo à chamada de sete sindicatos, ocorreram protestos em ao menos vinte cidades do país. O número de manifestantes foi modesto comparado com protestos anteriores, porém em alguns deles se produziram enfrentamentos violentos. A polícia utilizou gás lacrimogêneo em Paris e em Nantes e alguns manifestantes destruíram mobiliário urbano e quebraram algumas janelas. 24 policiais ficaram feridos, três deles gravemente em Paris, segundo o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve. A polícia deteve uns 120 manifestantes.

A reforma trabalhista do Governo francês foi apresentada em fevereiro passado e, desde então, os protestos não cessaram apesar do projeto ter se suavizando para reduzir seu repúdio social. A manifestação de hoje é a sétima organizada em menos de três meses. As marchas foram especialmente importantes em Nantes, Rennes, Havre, Lyon e Paris, apesar de muitos estudantes continuarem de férias na capital. A polícia calculou a mobilização de 50.000 pessoas em todo o país – dez vezes mais segundo o sindicato CGT –, das quais umas 15.000 participaram na capital. Alguns dos embates, muito violentos em Paris, se produziram a margem da manifestação.

Choques. Um grupo de manifestantes enfrenta a polícia na Praça da Nação, em Paris (EFE).

Na terça-feira da próxima semana, começa o debate da reforma no parlamento. As concessões feitas pelo governo à chamada lei El Khomri (pelo sobrenome da ministra do Trabalho) foram importantes. De fato, o patronato, que a aplaudiu a principio, agora a repudia e pede um texto mais favorável para as PyMes. Para os sindicatos, continua sendo uma reforma que favorece fundamentalmente as empresas. O projeto busca facilitar as demissões e reduzir as indenizações para promover o emprego. Desde fevereiro, para reduzir a tensão gerada, o Governo propôs penalizar os contratos temporários para favorecer os indefinidos, renunciou a imposição de um teto às indenizações e aprovou novas ajudas aos jovens para promover sua incorporação ao mercado de trabalho.

Um grupo de manifestantes seguram cartazes onde se lê “Estudantes e trabalhadores unidos para lutar” e “A esquerda está na rua!” durante um protesto contra a reforma trabalhista do Governo socialista em Paris (França) hoje, 28 de abril de 2016.

Milhares de pessoas participaram de uma manifestação contra a reforma trabalhista do Governo socialista em Paris (França) hoje, 28 de abril de 2016. A polícia francesa atuou em várias cidades do país contra manifestantes radicais nos protestos convocados hoje por sindicatos e associações de estudantes.

Vídeo 1: https://youtu.be/MgyVQRLsBso

Vídeo 2: https://youtu.be/FP4uZ3vzotc

Fonte: http://www.resumenlatinoamericano.org/2016/04/28/francia-disturbios-y-120-detenidos-en-las-protestas-contra-la-reforma-laboral-francesa/

Tradução: Partido Comunista Brasileiro (PCB)

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar