Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Quarta, 02 Mai 2018 08:18 Última modificação em Sábado, 05 Mai 2018 16:24

Em vídeo, Boulos explica a luta dos sem teto: "Quando morar torna-se um privilégio, ocupar é um dever"

Avalie este item
(2 votos)
País: Brasil / Migraçons / Fonte: Diário Liberdade

Em vídeo postado em suas redes sociais, o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e pré-candidato do PSOL à presidência da República, Guilherme Boulos, explicou por que milhões de famílias no Brasil não têm onde morar e por que muitas delas resolvem ocupar habitações.

A lógica da moradia no Brasil não é atender à população que precisa de habitação, mas sim atender ao lucro das grandes construtoras e da especulação imobiliária, disse Boulos.

As construtoras têm uma enorme influência nas decisões da política urbana, uma vez que financiam campanhas milionárias da maioria dos partidos políticos, completou.

Além disso, milhões de habitações ou terrenos por todo o país estão vazias ou ociosas e não cumprem sua função social, mesmo que esta seja estabelecida na Constituição. "A ocupação faz com que ela cumpra essa função", disse.

São mais de sete milhões de moradias inabitadas no Brasil, e mais de seis milhões de famílias sem teto. Isso significa que não seria nem preciso construir novas habitações, apenas desapropriar e distribuir as propriedades ociosas.

"De um lado, tem muita gente sem casa. De outro, muita casa sem gente", constatou. "Ocupar não é uma escolha, mas uma falta de escolha. Quando morar torna-se um privilégio, ocupar não é só um direito, é um dever", concluiu Boulos.

A mensagem foi divulgada três dias antes da catástrofe da madrugada do dia 1º de maio, quando um prédio de 24 andares pegou fogo e implodiu, deixando ao menos uma pessoa morta, no centro de São Paulo. O local estava ocioso e há alguns anos era ocupado por movimentos de luta por moradia, no Largo do Paissandu. Nas proximidades, totalizam oito o número de imóveis ocupados por famílias que não têm onde morar.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar