Publicidade

Diário Liberdade
Segunda, 14 Agosto 2017 12:46 Última modificação em Quinta, 17 Agosto 2017 11:05

Vírginia, nos EUA, declara emergência após marcha supremacista branca

Avalie este item
(1 Voto)
País: Estados Unidos / Antifascismo e anti-racismo / Fonte: Opera Mundi

A realização da marcha "Unir a direita", convocada por um grupo de supremacistas brancos na cidade de Charlottesville, na Virgínia (EUA), deixou vários feridos neste sábado (12), após enfrentamentos com opositores da manifestação, e obrigou o governador do Estado, Terry McAuliffe (Democrata), a declarar estado de emergência.

 O protesto tem caráter notadamente antissemita, racista, islamo e homofóbico.

O início da marcha estava previsto para o meio-dia no Emancipation Park, no centro da cidade. Minutos antes, no entanto, se iniciaram, os primeiros confrontos violentos. As palavras de ordem lançadas entre manifestantes, que levavam com bandeiras confederadas e escudos de proteção; e os opositores, que apontavam a apologia à ultradireita, rapidamente terminaram em chutes e murros.

Em meio aos confrontos, um homem atropelou um grupo de pessoas que protestava contra a marcha, deixando várias delas gravemente feridas.

O incidente, que ocorreu pouco depois da decretação do estado de emergência por parte de McAuliffe. Segundo ele, a medida foi necessária para "ajudar as autoridades a responder à violência", segundo explicou em sua conta no Twitter.

Trump

Por sua vez, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, condenou – em um tweet bastante vago – “tudo o que representa o ódio” e pediu a união dos norte-americanos. "Devemos estar todos unidos e condenar tudo o que representa o ódio. Não há lugar para esse tipo de violência nos EUA. Vamos nos unir como um só", disse Trump.

Trump, no entanto, não disse especificamente na mensagem sobre que grupo estava falando ou qual tipo de violência condenava.

Jason Kessler, organizador da marcha, alegou, em um comunicado, que a manifestação pretende defender a Primeira Emenda da Constituição, que protege a liberdade de expressão, e respaldar os "grandes homens brancos que estão sendo difamados, caluniados e derrubados nos EUA", apesar da posição claramente racista do protesto.

A marcha foi organizada após a retirada de uma estátua em homenagem ao general confederado Robert E. Lee, que liderou as forças do sul durante a Guerra Civil norte-americana.

“Maior encontro de ódio dos EUA”

A manifestação foi descrita como "o maior encontro de ódio em décadas nos EUA", segundo o Southern Poverty Law Center, uma instituição que investiga grupos que fomentam a violência racial.

Charlottesville, situada 300 quilômetros ao sudoeste de Washington, tem cerca de 46.000 habitantes e é sede da Universidade de Virgínia.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar