Publicidade

Diário Liberdade
Sexta, 05 Janeiro 2018 17:21

Alguns oásis na travessia de “O Capital”

Avalie este item
(1 Voto)
Sergio Domingues

Clica na imagem para ver o perfil e outros textos do autor ou autora

Para suavizar a árida travessia da leitura de sua maior obra, Marx oferecia alguns oásis literários.


Ao discutir, por exemplo, a utilização capitalista das máquinas, ele cita palavras do degolador Bill Sykes, de Charles Dickens:   
 Senhores jurados, não há dúvida de que a goela deste caixeiro-viajante foi cortada. Mas isso não é culpa minha, é culpa da faca. Teremos nós, por causa deste inconveniente temporário, de abolir o uso da faca? Vejam só! Onde é que estariam a agricultura e o comércio sem a faca? Não é ela tão salutar na cirurgia quanto conhecedora em anatomia? E além disso uma ajuda que se deseja à mesa do festim? Se abolem a faca — lançam-nos de volta nas profundezas da barbárie.
 Há um trecho em que Marx destaca a capacidade do capitalismo em transformar trabalho vivo em trabalho morto. Em valor que se valoriza a si mesmo e, ainda assim, tem a capacidade de se mostrar como “um momento animado que começa a ‘trabalhar’ como se tivesse ‘amor no corpo’”. Esta última expressão pertence a um verso do “Fausto”, de Goethe.
 Por fim, “Antígona”, de Sófocles:
 Nada suscitou nos homens tantas ignomínias/ como o ouro. É capaz de arruinar cidades,/ De expulsar os homens de seus lares./ Seduz e deturpa o espírito nobre/ Dos justos, levando-os a ações abomináveis,/ Ensina aos mortais os caminhos da astúcia e da perfídia,/ E os induz a cada obra amaldiçoada pelos deuses.
Mas como disse Shakespeare, em outra frase presente na obra, “o curso do verdadeiro amor nunca é sereno”. E o deserto continua logo adiante, esperando pelos persistentes leitores.
Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar