Publicidade

Diário Liberdade
Domingo, 23 Julho 2017 22:25 Última modificação em Quinta, 27 Julho 2017 16:40

Em Buenos Aires, milhares protestam em apoio a quase 700 trabalhadores demitidos da PepsiCo

Avalie este item
(0 votos)
País: Argentina / Laboral/Economia / Fonte: Brasil de Fato

Milhares de trabalhadores e trabalhadoras, estudantes e defensores dos direitos humanos se mobilizaram em apoio aos trabalhadores demitidos pela empresa multinacional estadunidense PepsiCo.

Eles exigiram que os trabalhadores sejam reincorporados às suas antigas funções. Outra demanda da manifestação, realizada no centro da cidade, na última terça-feira (18), foi a convocatória para uma greve geral.

Ao final do ato, os trabalhadores montaram um acampamento na frente do Congresso Nacional, onde seguem acampados.

Em outras cidades do país, como em Mendoza, Neuquén e Mar del Plata, também aconteceram manifestações em apoio aos trabalhadores e ações de boicote à PepsiCo.

Demissões

A PepsiCo fechou a fábrica localizada no bairro Vicente López, em Buenos Aires, no dia 20 de junho, provocando a demissão de 691 trabalhadores. A empresa alegou, através de um comunicado, que o fechamento se deve a "questões logísticas e de produção", relacionadas à mudança da filial para outra cidade, Mar del Plata.

A multinacional também afirmou que havia estabelecido um acordo econômico com os trabalhadores demitidos. No entanto, os ex-funcionários da empresa passaram a organizar manifestações para rechaçar a desvinculação promovida pela empresa e exigir a reabertura da fábrica.

Um dos trabalhadores demitidos, que está à frente das manifestações, Camilo Mones, informou que os trabalhadores reivindicam a reabertura da empresa e não um acordo com a PepsiCo: "A estratégia é fechar a fábrica e fazer uma negociação sem pagar pelas demissões, para que as pessoas se arranjem sozinhas e, depois, em dois ou três meses, reabrir a fábrica com funcionários terceirizados", disse Mones.

A Justiça se mostrou favorável à posição dos trabalhadores. A Câmara Nacional do Trabalho ordenou, na quinta-feira passada, que a empresa reincorporasse dez trabalhadores que estão entre os demitidos e que cumpra o dever de ocupação efetiva. Isto é, os juízes obrigaram a empresa a atribuir postos de trabalho imediatamente na fábrica, que continua fechada. Caso a PepsiCo não reabra o prédio, a multa estabelecida por desobediência é de cinco mil dólares por dia.

Repressão

O governo argentino respondeu às manifestações com repressão policial. Nas manifestações anteriores à de ontem, dezenas de pessoas e jornalistas ficaram feridos.

Representantes sindicais criticam os  governos federal, de Mauricio Macri, e estadual, de Maria Eugenia Vidal , pela política econômica que, de acordo com os sindicatos, tem gerado mais desemprego e por proteger a PepsiCo.

*Com informações do Resumen Latinoamericano e da TeleSUR.

Edição: Vanessa Martina Silva | Tradução: Luiza Mançano

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar