Publicidade

Diário Liberdade
Segunda, 30 Julho 2018 06:28 Última modificação em Sábado, 04 Agosto 2018 05:18

Por que os EUA querem invadir a Venezuela?

Avalie este item
(2 votos)
País: Venezuela / Direitos nacionais e imperialismo / Fonte: Resumen Latinoamericano

[Germán Saltrón Negretti, Tradução do PCB] A Venezuela não conta somente com as maiores reservas de petróleo do planeta na chamada Faixa Petrolífera do Orinoco, mas possui outras riquezas minerais, inclusive as chamadas terras raras, que nos garante por muito tempo, sair de qualquer crise econômica. “Temos 50 minerais, porém só 15 eles são potencialmente exploráveis e comercializados agora, tais como: diamante, ouro, coltan, ferro, níquel, bauxita, mármore, carvão, granito, fosfatos, feldspatos e as terras raras. Sem contar o ferro que se explora e comercializa desde 1950”.

Estes minerais raros são empregados na fabricação de artefatos de alta tecnologia como na indústria aeronáutica e espacial e nos reatores nucleares, lasers, masers (amplificadores de micro-ondas), baterias de alto rendimento, combustíveis e até filtradores de radiação. A exploração destes recursos “dependerá da certificação que fazemos, já que nossas reservas de terras raras não estão quantificadas”, declarou o Ministro Víctor Cano.

Os minerais de venda imediata são: ouro, diamante, coltan e carvão. “Assim, as terras raras, ainda que faltam ser certificadas, não estão dentro de nossas prioridades para serem exploradas por agora”. Outro mineral é o coltan, conhecido como ouro azul, considerado indispensável para a elaboração de condensadores eletrolíticos que funcionam em computadores portáteis, telefones celulares, dispositivos de vídeo, aparatos de som, consoles de jogos, GPS, televisores e naves espaciais.

O coltan tem preços superiores ao ouro e ao diamante. O ministro revelou “que as reservas na Venezuela podem aproximar-se dos 100 bilhões de dólares”. Agora, oito anos depois do anúncio, se concretizou a primeira exportação oficial de coltan. A Venezuela exportou 5 toneladas de coltan, por 300 milhões de euros. “A Venezuela combate o contrabando de coltan para a Colômbia”. Até agora não foi possível calcular a quantidade de material roubado no país.

O coltan venezuelano se encontra a nível do solo e é possível recolhê-lo à mão, sem o emprego de máquinas. Também existem importantes veias de Tório (Th), um elemento químico radioativo definido como um combustível nuclear limpo, usado também na indústria espacial. O país deve decidir entre “extrair o tório ou preservar a zona”, um debate similar ao que se registrou no Equador em torno da exploração petroleira no Amazonas.

Sobre as estimativas de reservas de ouro (são 8.000 toneladas), somos o segundo país com maior quantidade do mineral aurífero mais próximo dos EUA, com 10.000 TB. É importante promover esta informação a todos os venezuelanos e mundialmente, para que entendam porque os EUA querem invadir a Venezuela, algo que não nós venezuelanos não permitiremos, patriotas que somos, a imensa maioria.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar