Publicidade

Diário Liberdade
Segunda, 31 Dezembro 2018 06:19 Última modificação em Domingo, 06 Janeiro 2019 14:11

O povo cubano tem sido o verdadeiro protagonista de sua Revolução

Avalie este item
(1 Voto)
País: Cuba / Batalha de ideias / Fonte: Granma Internacional

[Raúl Castro Ruz] O Granma Internacional compartilha fragmentos do discurso de Raúl na comemoração do 55º aniversário do triunfo da Revolução, no Parque Carlos Manuel de Céspedes, Santiago de Cuba, em 1º de janeiro de 2014

Nem mesmo o mais sonhador daqueles que acompanharam Fidel em um evento como este, em 1º de janeiro de 1959, poderia imaginar que hoje estaríamos aqui.

Nada fácil tem sido este longo e perigoso caminho. Isso foi possível, em primeiro lugar, graças à imensa capacidade de resistência e luta de várias gerações do nobre e heróico povo cubano, verdadeiro protagonista desta, sua Revolução, que é o triunfo do mesmo ideal dos mambises que em 1868, com Carlos Manuel de Céspedes à frente, começaram a guerra pela independência do jugo espanhol; de Antonio Maceo e Máximo Gómez, com quem José Martí em 1895 retomou o feito libertário, trunco pela intervenção norte-americana em 1898, o que impediu a entrada a Santiago de Cuba do Exército de Libertação.

Esse foi o desejo que motivou a Geração do Centenário, sob o comando de Fidel, a atacar o quartel Moncada, nesta cidade, e Carlos Manuel de Céspedes, em Bayamo; para superar o fracasso e suportar os rigores da prisão, chegou na expedição do iate Granma, suportou o revés de Alegria de Pio e seguiu para a Serra Maestra para iniciar a luta de guerrilha do exército rebelde nascente, cujo Comandante-em-chefe, exemplo de coragem pessoal no combate, tenacidade e fé inabalável na vitória, juntamente com sua vocação unitária e liderança inquestionável, soube forjar a unidade de todas as forças revolucionárias e levá-las à vitória.

(...) Neste próprio lugar, em janeiro de 1959, em meio à alegria popular que se espalhou pelo país todo, Fidel advertia com premoniço, e cito suas palavras: «A Revolução começa agora, a Revolução não será uma tarefa fácil, a Revolução será uma empresa difícil, cheia de perigos».

Muito cedo, foram organizados muitos planos de desestabilização , começando com o refúgio oferecido nos Estados Unidos a criminosos e torturadores do regime de Batista. (...)

Foram 55 anos de luta constante contra os desígnios de onze administrações norte-americanas, que com mais ou menos hostilidade, não cederam a fim de mudar o sistema econômico e social fruto da Revolução, apagar seu exemplo e restaurar o domínio imperial sobre nossa pátria

A Revolução Cubana pôs fim a vários mitos, entre eles, que não era possível construir o socialismo em uma pequena Ilha a 90 milhas dos Estados Unidos (...)

Há muito trabalho a ser feito (...) A nova geração de líderes que gradual e ordenada estão assumindo maiores responsabilidades na gestão da nação nunca vai esquecer que esta é a Revolução Socialista dos humildes, pelos humildes e para os humildes (...).

(Trechos do discurso na cerimônia comemorativa do 55º aniversário do triunfo da Revolução, no Parque Carlos Manuel de Céspedes, Santiago de Cuba, 1º de janeiro de 2014).

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar