Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Quarta, 04 Mai 2016 13:49 Última modificação em Sábado, 07 Mai 2016 11:47

Portugal e a Galiza no centro do desastre climático dos próximos anos

Avalie este item
(2 votos)
/ Consumo e meio natural / Fonte: Diário Liberdade

Um grupo de científicos internacionais de diferentes instituiçons, entre as quais o Centro Comum de Pesquisa da Comissom Europeia, publicou um estudo que avisa sobre as múltiplas ameaças asejarám a Europa nas próximas décadas, por causa da mudança climática. O estudo cataloga as zonas em que o riscos serám maiores, e a Galiza e Portugal som dous dos territórios mais ameaçados do continente.

Mar do Norte, Noroeste da Península Ibérica, Ilhas Británicas, Alpes, a França e países balcánicos na ribeira do Danúbio serám as áreas mais afetadas do continente segundo as e os pesquisadores, que prevém que o mais provável é que "a mudança climática aumente os riscos colocados polos fenómenos meteorológicos extremos", entre os quais estudárom vagas de frio, vagas de calor, cheias dos rios, inundaçons nas áreas litorais, secas, incêndios florestais e trovons com fortes ventos.

O estudo tivo em conta essas sete ameaças para calcular quais as regions europeias que mais sofrirám, mas também quais terám ameaças por combinaçons múltipas dos eventos. As vagas de calor, as secas e os incêndios florestais constituirám as principais ameaças, num aumento "forte e progressivo" destas que afetará todo o continente.

As costas e as chairas inundáveis serám as áreas mais afetadas na Europa ocidental e meridional. Mas também som as zonas mais povoadas, daí que os investigadores concluam que, perante o aumento dramático da frequência nos eventos extremos, as consequências sejam desastrosas nessa regiom.

O estudo também fai previsons para cada tipo de ameaça:

Vagas de calor

No sul da Europa, Portugal e a Galiza incluídas, por volta de 2080 acontecerám anualmente vagas de calor com umha intensidade tal que, até agora, só aconteciam a cada 100 anos.

Vagas de frio

Desaparecerám do continente. Longe de ser positivo, isso alterará os ciclos ambientais nos ecossistemas afetados.

Secas

Sul e Oeste europeus registarám a cada 2 ou 5 anos secas que até agora aconteciam umha vez por século. No Norte, Leste e centro europeu, no entanto, aumentarám as chuvas.

Inundaçons

A pesar de sofrermos mais secas na Galiza e Portugal também teremos mais chuvas extremas, até o ponto de que as que até agora só aconteciam a cada 100 anos terám um período de ocorrência de 30 por volta de 2080. Isso, naturalmente, significa mais cheias nos rios mas também nas costas. Precisamente no litoral esperam-se "desastres do século" a cada 2 ou 8 anos na Europa do Leste e o delta do Danúbio.

Incêndios florestais

Aumentarám em parte do continente. 'Felizmente', é provável que isso nom aconteça na Galiza: as secas brutais acabarám com parte das florestas que agora ardem.

Fortes ventos

As dificuldades para prever esse tipo de eventos nom permitem fazer previsons tam sólidas quanto nos outros casos. No entanto, é provável que aumentem os fenómenos de fortes ventos no Oeste, Norte e Leste, reduzindo-se levemente ao Sul.

O preço do capitalismo

Mais umha consequência, enfim, do modo de produçom capitalista, cuja natureza depredatória ameaça a sobrevivência física de milhons de pessoas.

Com informaçons do RT.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar