Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Domingo, 22 Janeiro 2017 18:40 Última modificação em Domingo, 22 Janeiro 2017 18:42

Brasil é líder na América do Sul de presos por habitante

Avalie este item
(0 votos)
País: Brasil / Repressom e direitos humanos / Fonte: Vermelho

Um Levantamento realizado pelo Institute for Criminal Policy Research (Instituto de Pesquisa de Polícia Criminal, em tradução livre), ligado à Universidade de Londres mostra que em um período de apenas cinco anos, o Brasil deixou o quinto lugar para tomar a liderança no número de presos por habitante na América do Sul.

De acordo com os dados, em 2010, o Brasil tinha 496.251 presos e uma média de 253 detentos para cada 100 mil habitantes. Já no relatório de 2016, o país apresentava 607.731 presos e saltava em 20% a média: 301 para cada 100 mil moradores.

No último dado oficial, divulgado pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen) em abril de 2016 e não contabilizado no levantamento do instituto britânico, que já estava fechado, o número de presos no país já havia aumentado para 622 mil.

Com o aceleramento da política de encarceramento nos últimos cinco anos, o país pulou quatro posições e passou Chile, Guiana Francesa, Guiana e Uruguai. Dos quatro países que estavam à frente do Brasil, apenas o Uruguai cresceu o percentual de presos em relação à população. Os demais apresentaram redução.

No último relatório, o Depen também afirma que o crescimento da população prisional nos últimos anos ocorre pela grande "quantidade de presos provisórios e das prisões relacionadas ao tráfico de drogas". Diz que o Brasil "vai na contramão" do resto do mundo que tenta esvaziar, ao invés de encher os presídios.

Caos

A briga entre facções nos presídios expôs o colapso do sistema carcerário brasileiro. Somente nos primeiros dias de 2017, rebeliões no Amazonas e Rio Grande do Norte deixaram 134 mortos, com cenas de carnificina explicita. Incapaz de estancar a sangria, o governo Temer mantém seu ministro da justiça, Alexandre Moraes e buscou ajuda das forças armadas para intervir nas rebeliões.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar