Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Domingo, 05 Junho 2016 01:13 Última modificação em Terça, 07 Junho 2016 00:43

Golpistas temem descontentamento e falam em flexibilizar os cortes em saúde e educação

Avalie este item
(0 votos)
País: Brasil / Institucional / Fonte: Esquerda Diário
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil. O ministro interino do Planejamento, Dyogo Oliveira, anunciou nessa sexta-feira que os recursos para saúde e educação serão preservados do teto limite de gastos. O ministro disse que recebeu ordens diretas do presidente Michel Temer para que haja garantias nessas áreas e prometeu “flexibilizar” os cortes que serão indicados pelo pacote fiscal.

O anúncio do pacote fiscal foi realizado pelo Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, no dia 24 de março. A proposta de um teto para o gasto fiscal com saúde e educação foi elogiado pela mídia golpista e internacional como “ambiciosa” e mostrou o alinhamento da nova equipe econômica com as propostas mais radicais de ajuste.

Com o aumento do desemprego e o desempenho negativo da economia, a proposta do pacote fiscal tem como objetivo fazer os trabalhadores e a juventude pagarem pela crise. As lutas em curso, principalmente na educação mas que já atingem a saúde, mostram como não aceitaremos calados nenhum ajuste e que o governo realmente terá dificuldades em implementar seus planos.

Na tentativa de que as eleições municipais de outubro possam legitimar o giro a direita do golpismo, seria fundamental acabar com as lutas em curso, por isso a flexibilização dos gastos e o recuo no ‘discurso duro’ dos ajustes. Mesmo com essa flexibilização em nada se garante o recuo na linha repressiva do governo aos movimentos.

Como o Esquerda Diário expressou nessa sexta-feira com o 3J “Dia Nacional de Luta pela Educação”, as lutas em curso podem se unificar nacionalmente, e dessa articulação é possível dar uma saída política dos trabalhadores e da juventude impondo uma nova Constituição, uma proposta necessária para que não fiquemos na mão dos governos eleitoreiros e que buscarão aprofundar os ajustes no dia seguinte às eleiçõ
es.

(Com informações da Agência Estado)

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar