Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Domingo, 18 Novembro 2018 21:52 Última modificação em Terça, 27 Novembro 2018 19:46

Bolsonaro ganha elogio dos EUA depois de deixar pobres sem médicos

Avalie este item
(0 votos)
País: Brasil / Saúde / Fonte: Pátria Latina

Os cerca de 8,3 mil profissionais cubanos distribuídos por cerca de 2,2 mil municípios e que hoje fazem parte do Programa Mais Médicos começarão a deixar o Brasil com retorno ao seu país de origem dentro de dez dias.

Apesar de deixar cerca de 24 milhões de brasileiros sem nenhum tipo de assistência médica, a pressão feita por Bolsonaro, em um claro sinal de alinhamento com a política externa norte-americana, foi elogiada pelo governo dos EUA; “Que bom ver o presidente eleito Bolsonaro insistir em que os médicos cubanos no Brasil recebam seu justo salário ao invés de deixar que Cuba leve a maior parte para os cofres do regime”, postou o Departamento de Estado nas redes sociais

247 – Os cerca de 8,3 mil profissionais cubanos distribuídos por cerca de 2,2 mil municípios brasileiros e que hoje fazem parte do Programa Mais Médicos começarão a deixar o Brasil com retorno ao seu país de origem dentro de dez dias. Apesar de deixar cerca de 24 milhões de brasileiros sem nenhum tipo de assistência médica, a pressão feita por Bolsonaro sobre os médicos cubanos, em um claro sinal de sintonia com a política externa norte-americana, foi elogiada pelo governo dos Estados Unidos.

“Que bom ver o presidente eleito Bolsonaro insistir em que os médicos cubanos no Brasil recebam seu justo salário ao invés de deixar que Cuba leve a maior parte para os cofres do regime”, postou nas redes sociais a principal funcionária do Departamento de Estado para a América Latina, Kimberly Breier.

O retorno dos médicos foi anunciado pelo governo de Cuba foi na última quarta-feira (14) em função de declaração feitas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) onde questionou a formação destes profissionais, além de exigir mudanças nas regras do acordo firmado junto à Organização Pan Americana de Saúde (Opas).

As datas dos primeiros embarques foram comunicadas ao presidente do Conasems, Mauro Junqueira, durante uma reunião realizada nesta quinta-feira, e a expectativa é que todos os médicos cubanos que hoje atuam no programa deixem o país até o final deste ano. O Ministério da Saúde informou que irá lançar um edital em caráter de emergência para tentar suprir a demanda provocada pela saída dos cubanos do país.

A estimativa é que pelo menos 24 milhões de brasileiros fiquem sem nenhum tipo de assistência à saúde em função da saída dos médicos cubanos, além de ameaçar outras iniciativas como o Programa de Saúde da Família (PSF). Como estes profissionais realizam o atendimento em áreas rurais, cidades e localidades pequenas e distantes dos grandes centros, comunidades indígenas e áreas conflagradas, estados e municípios já começaram a pressionar o Governo Federal para que seja encontrada uma solução urgente para o problema.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar