Publicidade

Diário Liberdade
Quarta, 17 Mai 2017 23:38 Última modificação em Sábado, 24 Junho 2017 12:27

Milhares de pessoas manifestárom-se em Compostela por umha Galiza em Galego Destaque

Avalie este item
(2 votos)
País: Galiza / Língua/Educaçom / Fonte: Diário Liberdade

Compostela resgistou este 17 de Maio, como é habitual ano após ano, umha grande manifestaçom de vários milhares de pessoas em defesa do idioma nacional da Galiza.

"Em galego sem limites" foi o rótulo escolhido pola principal entidade convocante, "Queremos Galego", para esta mobilizaçom, que é apoiada por numerosos coletivos da mais variada filiaçom ideológica, ligados pola reivindicaçom do galego como língua principal da Galiza.

Contra a política lingüicida dos governos espanhóis contra a Galiza, setores da sociedade civil conscientizados com a condiçom e os direitos lingüísticos galegos voltárom a mostrar nas ruas da capital galega umha significativa capacidade mobilizadora. Forças do soberanismo galego de esquerda, independentistas, defensoras da unidade lingüística galego-luso-brasileira (reintegracionismo), e mesmo setores do espanholismo "brando", favoráveis a um maior respeito polo galego, somárom forças este 17 de maio em Compostela frente ao Governo autonómico do PP, principal responsável pola dramática situaçom social do galego.

Coletivos de maes e pais de alunos/as (AMPAS), sindicatos de ensino (CIG, STEG), juvenis (Briga, Isca!, Galiza Nova...), centros sociais, coletivos culturais, de trabalhadoras/es da dobragem, organizaçons políticas (Causa Galiza, Agora Galiza, BNG, Izquierda Unida, Em Maré...), coletivos em defesa da unidade lingüística galego-luso-brasileira (AEG, AGAL...), escolas comunitárias (Semente), entidades desportivas (Liga Gallaecia...), estudantis (Erguer, Acçom Universitária...) e um longo etcétera de coletivos de todo o tipo aderírom à convocatória. Também caras conhecidas do mundo do espetáculo e da cultura, que tomárom a palavra no ato final, junto ao presidente de Queremos Galego, Marcos Maceira.

O Diário Liberdade aderiu, como em anos anteriores, ao Bloco Reintegracionista, que agrupou 15 coletivos locais e nacionais que trabalham em ámbitos diversos para defender a língua da Galiza como parte do amplo espaço internacional galego-luso-brasileiro e contra a ideologia isolacionista das instituiçons oficiais espanholas na Galiza.

Clicando na imagem a seguir, podes aceder a umha galeria de imagens da mobilizaçom (as fotos fôrom feitas polo Diário Liberdade: como sempre, livre reproduçom citando a fonte):

1717

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar