Publicidade

Diário Liberdade
Domingo, 04 Março 2018 22:32 Última modificação em Segunda, 12 Março 2018 15:00

O movimento feminista galego inunda Vigo “para transformar a vida das mulheres”

Avalie este item
(0 votos)
País: Galiza / Mulher e LGBT / Fonte: Diário Liberdade

Milhares de pessoas percorrêrom na manhá deste domingo as ruas de Vigo detrás dumha faixa inicial que compilava as palavras de ordem “Para transformar a vida das mulheres. Greve de cuidados, laboral, de consumo.”

Um grande rio humano tomou a cidade olivica, dando resposta à convocatória do feminismo galego prévia à histórica greve da próxima quinta-feira 8 de março.

Às 12 da manhá na Via Norte, junto à esquina com Urzaiz, o movimento feminista unitário galego compareceu para tomar o centro da cidade, acompanhado polo som dos tambores da "Batukada Feminista" – "Tamborililás" numha enorme desmonstraçom de força.

A marcha unitária descentralizou-se pola primeira vez fora de Compostela, numha mostra da matureza do movimento feminista galego e com o propósito de que esta convocatória nacional na conjuntura do 8 de março tenha um carácter rotatório polas distintas cidades da Galiza, com a intençom de fortalecer redes entre mulheres do País e mostrar a força do movimento feminista noutros lugares.

Esta jornada de visibilizaçom do feminismo galego mostrou a diversidade do movimento, a alegria e a raiva do feminismo galego, com mulheres de idades diferentes partilhando as ruas juntas. Frente ao desprezo do Partido Popular e de partidos como Ciudadanos, que nas últimas semanas fôrom dos ataques direitos ao desmarque das convocatórias nom afetou a multitudinária manifestaçom.

O manifesto, lido à conclusom da manifestaçom na praça do Berbés, instou à luita contra a fenda salarial, contra a violência machista e a exploraçom sexual, o "teito de cristal" e a divisom do trabalho por sexos. E chamou as mulheres presentes a um 8M de greve geral feminista.

“Numha jornada de greve para parar todo, para mudar todo, para que as nossas vidas se coloquem no centro da agenda”, comentou-se na leitura do manifesto do Berbés, “porque só assim conseguiremos construir um mundo, umha Galiza e umhas vidas justas, igualitárias e livres”.

Na praça do Berbés decorreu, após a manifestaçom, um jantar, um recital poético a cargo de Lupita Hard, Nuria Vil, Elvira Ribeiro, Silvia Penas e Marta da Costa, com o acompanhamento de DJ Señora, e as atuaçons musicais de Su Garrido, As Punkiereteiras e As Ghatas Salvaxes.

A leitura global da mobilizaçom assinala quatro dias da Greve Geral Feminista, com o movimento feminista querendo mostrar que "se as mulheres pararem, o sistema para".

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar