Publicidade

Diário Liberdade
Quarta, 31 Mai 2017 22:59 Última modificação em Sábado, 03 Junho 2017 23:47

ONU afirma que mais de 1,4 milhão de nigerianos passam fome

Avalie este item
(0 votos)
País: Nigéria / Laboral/Economia / Fonte: Vermelho

Mais de 1,4 milhão de nigerianos acham-se em condições de emergência alimentar e podem sofrer inanição dentro de dois meses se a ajuda internacional atrasar-se, advertiram, nesta quarta-feira (31), as Nações Unidas.

“Os fundos recebidos até agora não permitem entregar os serviços que estas pessoas precisam, pelo que sua situação poderia piorar dramaticamente em poucas semanas”, segundo o coordenador humanitário da ONU na Nigéria, Edward Kallon.

“Se os fundos não chegarem, enfrentaremos uma grave situação de fome”, acrescentou em entrevista à imprensa. Segundo as Nações Unidas, 1,3 milhão de pessoas acham-se na fase 4, isto é uma situação de emergência, e outras 43 mil pessoas, em diversas zonas do nordeste nigeriano, já sofrem fome, que é a fase 5.

“O temor persistente é que de 1,4 milhão de pessoas essa situação humanitária passe para 1,5 milhão em julho e todos sofrendo de inanição, porque é a época do ano em que não há alimentos por conta do período das chuvas, antes da colheita de setembro”, afirmou.

“Durante oito anos o nordeste da Nigéria esteve fortemente golpeado pela violência da seita terrorista Boko Haram e as campanhas de contrainsurgência do Exército, o que a transformou em uma região muito vulnerável e a colocou em uma situação crítica”, acrescentou Kallon.

“Ao todo, há 26 milhões de afetados pelo conflito, 14 milhões que precisam de ajuda, deles 8,5 milhões precisam de assistência humanitária para sobreviver e nós só podemos atender a 6,9 milhões”, lamentou.

Assim mesmo, a ONU desconhece o estado de uns 700 mil cidadãos que vivem em áreas aonde não se pode chegar por conta da insegurança. Segundo especialistas, US$ 2 bilhões foram solicitados em dezembro passado para enfrentar a crise, mas só 28% dessa soma chegaram à Nigéria.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar