Publicidade

Diário Liberdade
Terça, 20 Fevereiro 2018 20:33 Última modificação em Domingo, 25 Fevereiro 2018 20:25

Estado espanhol manda um rapper à prisom e obriga dirigente independentista catalá a ir para o exílio

Avalie este item
(1 Voto)
País: Estado espanhol / Repressom e direitos humanos / Fonte: Diário Liberdade

Na jornada desta terça-feira, assistimos a um novo capítulo da ignomínia que caracteriza há muito o regime espanhol.

Um rapper de Maiorca que cantou umha cançom crítica com o chefe do Estado espanhol terá que entrar em prisom após ser condenado por "apoio ao terrorismo, calúnias e injúrias à coroa". Três anos e seis meses é a pena para o jovem artista de 23 anos que realiza e canta cançons de conteúdo social, críticas com o regime monárquico e capitalista espanhol.

A liberdade de expressom tivo menos peso que a estratégia repressiva que o Estado espanhol protagoniza de maneira crescente contra todo o tipo de coletivo crítico de esquerda. Curiosamente, isso acontece em simultáneo com o aumento da atividade violenta de grupos de extrema-direita que contam com cobertura extra-oficial do regime.

Vários artistas críticos fôrom já condenados ou estám à espera de sentenças que poderiam mandar mais algum ao cárcere, como o rapper catalám Pablo Hasel.

agNo mesmo dia em que tínhamos conhecimento da barbárie judicial contra o ativismo social ligado à música rap, umha dirigente da esquerda independentista catalá, a ex-deputada Anna Gabriel, confirmou em Genebra a sua negativa a se submeter ao julgamento das autoridades judiciais espanholas, cuja evidente perseguiçom contra o independentismo catalám levou já vários dirigentes a prisom nos últimos meses, incluindo o vice-presidente da Generalitat, Oriol Junqueras. Anna Gabriel nom é a primeira exilada catalá recente, pois o presidente Puigdemont leva vários meses acolhido na Bélgica, perseguido polo Estado espanhol.

Anna Gabriel, dirigente da CUP, explicou a meios europeus a falta de garantias de um julgamento justo em território espanhol, vistas a evidências da aberta perseguiçom política com que o regime reacionário herdeiro do franquismo tenta liquidar a hegemonia social independentista na Catalunha.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar