Publicidade

Diário Liberdade
Quarta, 27 Julho 2016 16:15

2,2 milhões de presos na “democracia” norte-americana

Avalie este item
(1 Voto)
País: Estados Unidos / Repressom e direitos humanos / Fonte: Causa Operária

O encarceramento em massa dos EUA é a inspiração dos golpistas brasileiros

Apresentada como democracia tipo exportação, o regime norte-americano atingiu a quantidade monstruosa de 2,2 milhões de presos em todo país. É como se toda população da Jamaica estivesse presa, ou países menores, como Qatar ou Eslovênia.

Essa quantidade de presos é resultado direto da política de aumento da repressão do governo dos Estados Unidos ao longo dos anos. Quer dizer, o imperialismo não só promove ataques à nações inteiras, como os povos do Oriente Médio, como ataca seu próprio povo, especialmente latinos, negros, imigrantes, mexicanos. Pobres e trabalhadores também estão na lista da repressão norte-americana.

Outro fator que contribui para o aumento da população prisional é que o sistema, nos EUA, é majoritariamente privatizado. Quer dizer, um determinado empresário assume a administração de uma penitenciária. Recebe recursos do estado a cada novo preso. Finalmente, lucra com o aumento das prisões.

Pela quantidade de presos, o custo individual de um detento acaba caindo, o que, por outro lado, facilita novas prisões. Ou seja, aumento da repressão, das penas e dos prisioneiros não tem a menor relação com a redução de crimes, que seria o objetivo declarado do sistema penal.

Matéria recente do jornal The New York Times afirma que existem estudos que demonstram que o encarceramento em massa e longas sentenças aumentam a reincidência.

Ao perder todo laço social, trabalho, família, atividades sociais diversas, sua reentrada no sistema penal é quase garantida. Um novo estudo afirmou que a cada ano adicional de prisão aumenta a probabilidade de reincidência em 4.7%.

Mesmo após a remissão na prisão, a pessoa não consegue ser reinserida na sociedade de maneira completa. De acordo com a matéria, o salário do ex-detendo cai, em média, de 40 a 50%, isso se conseguir um emprego.

Para os negros nos EUA a situação é ainda mais grave. Sendo pouco mais de 13% da população norte-americana, dentro das cadeias a população negra chega quase a 30% desses 2,2 milhões, mostrando que os protestos contra a repressão policial que acontecem no país neste momento não são apenas contra os homicídios cometidos pelos policiais, mas também pelo racismo do sistema como um todo.

A direita internacional promove uma campanha pelo aumento da repressão com uma série de justificativas sem fundamento. É o que os golpistas pretendem fazer no Brasil: privatizar todo o sistema penal, aumentar as penas e inaugurar uma fase mais intensa de perseguição à população negra, pobre e trabalhadora.

O encarceramento em massa dos EUA é a inspiração dos golpistas brasileiros.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar