Publicidade

Diário Liberdade
Domingo, 18 Setembro 2016 17:38 Última modificação em Terça, 20 Setembro 2016 13:17

China conquista mais de 100 medalhas de ouro nos Jogos Paralímpicos

Avalie este item
(1 Voto)
País: China / Reportagens / Fonte: Diário Liberdade

A China terminou os Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro como líder absoluta do quadro de medalhas. O país asiático conquistou 107 medalhas de ouro, 81 de prata e 51 de bronze, totalizando 239 medalhas.

Foi o melhor resultado chinês em Paralimpíadas, assegurando sua quarta edição consecutiva na liderança do quadro de medalhas.

Em 2000 a China havia terminado apenas na sexta posição, com 34 medalhas de ouro e 73 no total.

Mas os investimentos do governo na inclusão social de pessoas deficientes através do esporte foram impulsionados, principalmente por meio da Federação Chinesa para Pessoas com Deficiência. Em províncias e cidades de toda a China a instituição começou a incentivar pessoas com deficiência a praticar esportes, através de programas de treinamento e organização de competições.

“Comparada com muitos países em desenvolvimento onde a estrutura é fraca, às vezes devido à falta de recursos, a China possui uma estrutura expressiva e investiu muito dinheiro nisso”, declarou à BBC Brasil Alessandra Aresu, da ONG Handicap International na China.

Na edição seguinte dos Jogos Paralímpicos, em 2004 na Grécia, a China já era líder, com 63 medalhas de ouro e 141 no total.

Os Jogos de Pequim em 2008 viram o número de medalhas do ouro crescer mais ainda: 89, com 211 no total. Quatro anos depois, em Londres, mais um aumento no número de medalhas: 231, com 95 de ouro.

Na Rio 2016, a China foi a maior delegação, com 310 atletas. Participou em 22 esportes e subiu ao pódio em diversas modalidades do atletismo, ciclismo, lutas, tênis de mesa, tiros e principalmente na natação, esporte em que, até alguns anos atrás, não tinha tradição. Neste último esporte, foram nada menos do que 37 medalhas de ouro, 30 de prata e 25 de bronze.

A China também quebrou mais recordes nesta edição de Jogos Paralímpicos: 58.

Com as 107 medalhas de ouro e a primeira colocação no quadro de medalhas, a potência asiática terminou à frente de Grã-Bretanha (em 2º, com 64 medalhas de ouro), Ucrânia (em 3º, com 41), Estados Unidos (em 4º, com 40) e Austrália (em 5º, com 22).

A Rússia, segunda colocada nas Paralimpíadas anteriores e favorita para terminar nas primeiras colocações, foi impedida de participar pelo Comitê Paralímpico International, apesar de seus atletas paralímpicos não estarem envolvidos em esquemas comprovados de dopagem generalizada.

O Brasil, país sede, ficou na 8ª posição, com 14 medalhas de ouro, 29 de prata e 29 de bronze.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar