Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Sábado, 04 Fevereiro 2017 18:06 Última modificação em Sábado, 04 Fevereiro 2017 18:07

Cerca de 20% da população portuguesa está em situação de insegurança alimentar

Avalie este item
(0 votos)
País: Portugal / Saúde / Fonte: Esquerda

140 mil pessoas reportaram, inclusive, “que as suas dificuldades económicas comprometeram a quantidade e a qualidade dos alimentos que têm disponíveis para consumo”.

“É um sério problema de saúde pública. E tem grande tem impacto, não só na saúde das pessoas como em todo o sistema de saúde no país”, alerta Helena Canhão, coordenadora do projeto de investigação Saúde.Come, da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, realizado em 2015 e 2016.

“Os indivíduos em insegurança alimentar reportaram uma pior qualidade de vida e capacidade funcional. Revelam ainda maior propensão para doenças crónicas, como a diabetes, a depressão e as doenças reumáticas”, acrescenta a investigadora num comunicado citado pelo Público, lembrando que o risco de diabetes e de doenças reumáticas foi cerca de 1,6 vezes superior nos indivíduos nesta situação.

Os dadosi revelam que, entre 2015 e 2016, 19,3% da população portuguesa estava em situação de insegurança alimentar, ou seja, o seu acesso a uma alimentação saudável era limitado. Perto de 2% receava, inclusive, não ter acesso a comida devido a dificuldades económicas.

“Motivo de alarme é o facto de cerca de 140 mil pessoas, 1,8 % das famílias portuguesas, reportarem que as suas dificuldades económicas comprometeram a quantidade e a qualidade dos alimentos que têm disponíveis para consumo”, destaca Helena Canhão.

A situação é ainda mais preocupante nos Açores e na Madeira. Nas regiões autónomas, a percentagem de famílias em situação de insegurança alimentar ascende a cerca de 29%.

Tendo em conta os resultados do Inquérito Nacional de Saúde 2005/2006, que apontavam que 16,7% da população encontrava-se em situação de insegurança alimentar, os investigadores da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa defendem que o agravamento da situação na última década pode "refletir o impacto da crise económica" nas famílias portuguesas.

iO inquérito nacional sobre insegurança alimentar foi aplicado a 5653 indivíduos com mais de 18 anos, representativos da população adulta portuguesa e que estão a ser seguidos desde 2011.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar