Publicidade

Diário Liberdade
Quarta, 26 Abril 2017 13:57 Última modificação em Sábado, 29 Abril 2017 04:11

Venezuela é o segundo país com maior atenção primária à saúde no mundo

Avalie este item
(2 votos)
País: Venezuela / Saúde / Fonte: AVN

Depois de Cuba, a Venezuela se destaca como a segunda nação do mundo com maior capacidade de atenção primária em saúde, conquista que é possível graças ao funcionamento da Missão Bairro Adentro, programa que em 14 anos salvou a vida de mais de 1,7 milhão de venezuelanos.

Esta missão atende pacientes de todas classes sociais. Com a recente declaração da Venezuela como território com 100% de cobertura do programa Bairro Adentro, o país se transforma na segunda nação em oferecer este tipo de atendimento.

Com a cobertura total do Plano 100%, Bairro Adentro garante a média de um centro de saúde para cada 250 famílias através da Área de Saúde Integral Comunitária (Asic), que são territórios sociais para a integração e articulação participativa e protagônica do poder popular com as instituições públicas. O objetivo é exercer a tomada de decisões no desenho, planejamento, execução, controle, seguimento e avaliação das políticas públicas em saúde.

Cada Asic oferece todos os serviços do Sistema Público Nacional de Saúde através de suas redes: consultórios populares, óticas, unidades de odontologia, os CDI, as SRI, hospitais, rede ambulatorial especializada, entre outros.

Um dos dados mais destacados da atenção primária à saúde prestada pela Revolução Bolivariana são as 2.092.934 cirurgias, completamente gratuitas realizadas através de Bairro Adentro.

Esta rede de saúde conta em todo o país, com um total de 13.608 consultórios populares, espaços construídos desde 2003 quando foi criada a missão.

Bairro Adentro é o resultado de uma política social impulsionada pelo então presidente Hugo Chávez e que começou com 30 mil médicos cubanos para levar atendimento gratuito aos setores populares de todo o país.

Atualmente, 1.094 destes cubanos trabalham em conjunto com 14.121 médicos integrais comunitários, 8.905 enfermeiras e 6.139 promotores de saúde comunitária formados pela Revolução Bolivariana.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar