Publicidade

Diário Liberdade
Quarta, 30 Mai 2018 05:09 Última modificação em Quarta, 06 Junho 2018 20:18

Políticas venezuelanas de inclusão na saúde foram avaliadas na Assembleia Mundial de Genebra

Avalie este item
(2 votos)
País: Venezuela / Saúde / Fonte: AVN

A participaçâo da Venezuela na 71° Assembleia Mundial da Saúde em Genebra, foi considerada positiva pela vice-ministra  de Redes de Atenção de Saúde e diretora de Bairro Adentro, Indhriana Parada, que destacou os alcances das políticas de inclusão nesta matéria, sobretudo em relaçâo ao atendimento primário e prevenção.

✍️ Inscreva-se em nosso canal no Youtube e acompanhe nossos vídeos e o programa Conexão Caracas, todas as semanas direto da Venezuela 

"A Venezuela tem o moral alto, houve investimento em todo o sistema de atendimento primário através de Bairro Adentro 100%, através de todos nossos consultórios populares, Centros de Diagnóstico Integral (CDI), Salas de Reabilitação Integral (SRI), Centros de Alta Tecnologia (CAT) gratuitos, a serviço da população, contrastando com outros países como Colômbia, onde delegam a administração da saúde a empresas privadas, forçando os cidadãos a adquirir apólices privadas", destacou a vice-ministra. O tema central da assembleia foi a cobertura e acesso universal à saúde.

Durante sua participação no programa de rádio "Somos potência", transmitido nesta segunda-feira pela Rádio Miraflores, Parada mencionou, que em 2017 a Venezuela declarou 100% de cobertura Bairro Adentro 100%. Isto significa que em todo o território nacional existe um médico acompanhado de uma equipe básica de saúde por cada 1.337 habitantes, que atendem as zonas mais vulneráveis e de difícil acesso de casa e casa e nos consultórios médicos populares, explicou.

Na Assembleia também foi abordado o tema das imunizações, doenças não trasmissíveis, acesso às vacinas e medicamentos, além do controle vetorial. A vice-ministra citou o Plano Nacional de Vacinação, em 4.228 pontos fixos e itinerantes, que até o dia 23 de maio já havia aplicado 2.332.150 doses em crianças e adultos, atendendo 1.575.553 pessoas.

Sobre o tratamento de doenças crônicas, recordou que o Estado fornece medicamentos como antirretrovirais, oncológicos, imunosupresores, hematológicos de forma gratuita aos pacientes que vivem com estas condições patológicas. Em 2005 começou o programa de medicamentos de alto custo através das 61 farmacias dos hospitais do Instituto Venezuelano dos Seguros Sociais (IVSS).

A vice-ministra disse que na assembleia, a Venezuela também pôde denunciar ao mundo o bloqueio e os ataques financeiros por parte de setores tutelados pelo império estadunidense contra a economia nacional, com o objetivo de afetar serviços básicos e aquisição de insumos prioritários para a população como no caso da saúde. 

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar