Publicidade

Diário Liberdade
Quarta, 06 Junho 2018 09:58 Última modificação em Sábado, 09 Junho 2018 19:57

Maduro denuncia que EUA estiveram por trás das máfias que tentaram reduzir produção na PDVSA

Avalie este item
(1 Voto)
País: Venezuela / Direitos nacionais e imperialismo / Fonte: AVN

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, denunciou nesta terça-feira (05) que membros do governo dos Estados Unidos estiveram por trás das máfias dentro da empresa Petróleos de Venezuela (Pdvsa), que foram desarticuladas com o trabalho do Ministério Público (MP).

✍️ Inscreva-se em nosso canal no Youtube e acompanhe nossos vídeos e o programa Conexão Caracas, todas as semanas direto da Venezuela 

"Tenho elementos, provas de que houve um processo de penetração, de infiltração através da corrupção e dos corruptos da embaixada dos Estados Unidos da América do Norte em postos chaves da indústria petroleira para manejar informação estratégica e para ir permeando processos chaves da indústria", disse Maduro em uma reunião com trabalhadores da Pdvsa transmitida pela VTV.

O presidente venezuelano explicou que o processo de descomposição moral de funcionários da Pdvsa em cargos de alta chefia se traduziu em atividades ilícitas em zonas como a Faixa Petrolífera do Orinoco, em que detectaram roubo de petróleo, manejo de recursos, irregularidades na atividade contábil, entre outros.

"Houve um processo de descomposição grave das autoridades", destacou.

No ano passado o MP reabriu a investigação sobre uma rede de corrupção no setor petroleiro, envolvendo funcionários de alto escalão da Pdvsa. O grupo impulsionou um plano para acabar e implodir a indústria petroleira, diminuindo seus níveis de produção em aliança com empresários. 

O MP denunciou Rafael Ramírez como responsável pela rede de corrupção. Entre 2002 e 2014 ele ocupou cargos de alta responsabilidade no setor petroleiro como ministro do extinto Ministério da Energia e Minas e depois no rebatizado Ministério da Energia e Petróleo.

Nesse período —quando também esteve à frente da Pdvsa— ocorreram graves irregularidades que provocaram perdas milionárias à nação, além de afetar a operação da indústria estatal devido aos contratos fantasmas e a sabotagem da produção de petróleo.

Pelos casos de corrupção na indústria petroleira foram detidas 80 pessoas: 22 eram gerentes de alto escalão, incluindo dois ex-ministros e ex-presidentes de filiais da Pdvsa.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar