Publicidade

Diário Liberdade
Segunda, 26 Novembro 2018 05:13 Última modificação em Quinta, 06 Dezembro 2018 02:10

Venezuela oferece oportunidades de formação a profissionais colombianos e equatorianos

Avalie este item
(1 Voto)
País: Venezuela / Língua/Educaçom / Fonte: AVN

A qualidade acadêmica na Venezuela, além dos baixos custos das matrículas, é um fator que atrai estrangeiros interessados em cursos universitários. Da Colômbia e Equador chegam profissionais que não podem se formar em seus países de origem.

Na Venezuela encontram oportunidade de realizar especialidades, mestrados e doutorados em medicina, odontologia, engenharia, direito, veterinária, humanidades e agronomia, o que parece impossível de cursar em nações da região, devido ao alto custo dos estudos de pós-graduação.

A Universidade do Zulia (LUZ), por exemplo, recebe estudantes estrangeiros. Tito Bohórquez, engenheiro agrônomo, viaja duas vezes por ano da província de Los Ríos (Equador) até Maracaibo (estado de Zulia) para participar das aulas presenciais de seu doutorado em Ciências Agropecuárias.

A inscrição e o pagamento de seu doutorado na LUZ custarão no final do curso um investimento de aproximadamente US$8 mil, segundo informou uma reportagem da BBC Mundo publicado na quarta-feira, 21 de novembro.

Se fizesse o doutorado no Peru, o curso custaria entre US$28 mil e US$30 mil, enquanto na Colômbia este montante seria de US$40 mil aproximadamente. No Chile seria um montante similar ao da Colômbia, mas "é necessário residir lá", explicou Bohórquez.

Já Rafael Palmera Crespo, arquiteto e professor colombiano, faz aulas presenciais na LUZ para concluir seu doutorado em Arquitetura. O homem de 51 anos, tem três anos atravessando a fronteira de Maicao (município da Colômbia) para empreender uma viagem pela estrada até Maracaibo, sede da universidade.

Embora o trajeto seja cansativo, tudo vale para alcançar seu objetivo. O doutorado em Arquitetura custaria em seu país natal entre 80 e 100 milhoes de pesos (US$31 mil no câmbio oficial), enquanto os gastos do curso, estadia, alimentação e transporte na Venezuela apenas somam 4 milhões de pesos (US$1,250).

Palmera Crespo reconhece que "na Venezuela é mais acessível a educação neste nível que na Colômbia", e descreve como "única" a qualidade docente nas instituições universitárias venezuelanas.

"Estou muito grato com a Venezuela", enfatiza, citado pela BBC Mundo.

A renda que obtém a LUZ por estudos de pós-graduação permitem melhorar a infraestrutura de suas faculdades, pagar salários aos docentes participantes, e comprar equipamentos.

A Venezuela, nação que entende a educação como um direito humano fundamental, é um terreno em que encontram novas oportunidades.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar