Publicidade

Diário Liberdade
Sexta, 24 Junho 2016 15:53 Última modificação em Domingo, 26 Junho 2016 02:28

Fim da guerra: Governo e Farc anunciam cessar fogo definitivo

Avalie este item
(0 votos)
País: Colômbia / Institucional / Fonte: Vermelho

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – Exército do Povo (Farc) e o governo colombiano firmaram nesta quinta-feira (23) o tão esperado acordo de cessar fogo bilateral e definitivo. Este é um passo histórico e decisivo para dar fim ao conflito interno que já dura mais de 50 anos. “Chegou a hora de viver sem guerra”, disse o presidente do país, Juan Manuel Santos.

O acordo de cessar fogo ainda não é o último passo do processo de paz colombiano, mas é o mais importante porque as Farc se comprometem em baixar as armas e converter-se em movimento político.

“Chegou a hora de viver sem guerra! A hora de ser um país normal! Um país em paz! A paz se fez, por fim, possível e é de todos os colombianos, sem exceção. O pesadelo da guerra se distancia para sempre”, afirmou o presidente Juan Manuel Santos depois de firmar o acordo de paz com o representante das Farc, Timoleón Jiménez.

O porta-voz de Cuba, Rodolfo Benítez, leu o comunicado conjunto número 76 com os pontos em que se chegou a um acordo: cessar fogo e baixar armas; acordos sobre garantias de segurança e luta contra as organizações criminais incluindo as denominadas sucessoras do paramilitarismo e suas redes de apoio; acordo sobre referendo.

O documento estabelece que a partir do primeiro dia vigente do acordo a “Força Pública reorganizará seus esquemas para que as Farc possam retornar e reorganizar-se em 23 áreas do país”.

A partir do 5º dia “serão desalojadas as zonas seguindo as rotas estabelecidas pelo acordo”.
Serão 23 áreas transitórias de normalização que têm como objetivo o baixar armas e a reincorporação da vida civil dos guerrilheiros. Serão oito acampamentos, disse o porta-voz.

As Farc também vão designar 60 integrantes – homens e mulheres – para se movimentarem por diferentes regiões do país a fim de cumprir o acordo. Serão como “fiscais” responsáveis por ajudar na consolidação do processo.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar