Publicidade

Diário Liberdade
Sábado, 30 Abril 2016 22:08

1º de Maio em Cuba: em defesa da Revolução e da classe trabalhadora

Avalie este item
(1 Voto)
País: Cuba / Laboral/Economia / Fonte: Solidários

Conseguir uma mobilização popular com a participação consciente, o compromisso e a unidade do povo trabalhador é o propósito do desfile pelo 1º de Maio, ratificou Luis Manuel Castanedo Smith, secretário-geral da Central dos Trabalhadores de Cuba (CTC) na capital, durante a realização da Plenária Provincial da organização, nas vésperas do Dia Internacional dos Trabalhadores.

Na sede do teatro Lázaro Peña, em Havana, teve lugar em 28 de abril, o encontro onde explicou, ainda, que nesta ocasião várias são as motivações que estimulam a celebração proletária. Entre elas mencionou emblemáticas datas como os aniversários 55º da Campanha de Alfabetização, o 60º do desembarque do iate Granma, o 55º da vitória de Playa Girón e a proclamação do caráter socialista da Revolução. Ressaltou que entre todas as razões que convidavam à Praça se encontravam, sobretudo, a homenagem ao comandante-em-chefe Fidel Castro, em seu 90º aniversário e o respaldo aos acordos derivados do 7º Congresso do Partido.

O líder indicou que concorrer à convocatória do 1º de Maio significa compromisso na construção de uma nação soberana, independente e próspera; e ao mesmo tempo é também a possibilidade para denunciar a política de bloqueio econômico, comercial e financeiro contra nosso país, a ilegal ocupação de uma parte do território nacional em Guantánamo, por parte dos Estados Unidos, bem como expressar o rechaço a plataformas de pensamento neoliberal.

Precisó que o desfile começará por volta das 7h30 da manhã e que o bloco dos trabalhadores da Educação, a Ciência e o esporte lideram a passeata. Depois desse grupo vêm os sindicatos da Saúde, Construção, o Turismo, as Comunicações, Trabalhadores civis da Defesa, a Ciência, dos serviços comunais, a Indústria, Transporte, Administração Pública, Comércio, a Cultura, a Alimentação, o setor açucareiro, agropecuário, mineiro, e para fechar, o bloco da União dos Jovens Comunistas (UJC).

Mercedes López Acea, membro do Bureau Político do Partido e primeira secretária na capital, aludiu a que estar em primeiro plano tem sido o lugar que ganharam os educadores, médicos e construtores, protagonistas da formação e do bem-estar social dos cubanos.

Nas palavras de encerramento, o secretário-geral da Central dos Trabalhadores de Cuba e membro do Bureau Político, Ulises Guilarte de Nacimiento, disse que será uma jornada de reafirmação e de compromisso operário. E a mensagem do proletariado cubano ao mundo nesse dia será a da defesa da obra revolucionária e a responsabilidade desta classe no desenvolvimento social a partir de esforços próprios.

Marcaram presença no encontro os membros do Bureau Político Salvador Valdés Mesa, vice-presidente do Conselho de Estado e Teresa Amarelle Boué, secretária-geral da Federação das Mulheres Cubanas. Ainda, estava presente o coordenador nacional dos Comitês de Defesa da Revolução (CDRs), Carlos Rafael Miranda, e outros líderes do governo, do Partido, da UJC, e de organizações de massa e representantes dos distintos sindicatos da capital.

Do Granma

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar