Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Quinta, 12 Abril 2018 11:09 Última modificação em Quarta, 18 Abril 2018 17:13

PCO pede greve geral por tempo indeterminado até a liberdade de Lula

Avalie este item
(1 Voto)
País: Brasil / Repressom e direitos humanos / Fonte: Causa Operária

O que fazer agora após a prisão de Lula?

A mobilização em defesa de Lula que se estabeleceu em São Bernardo do Campo mostrou o caminho que deve ser seguido para derrotar o golpe e os golpistas: ocupar as ruas e enfrentar a direita.

A presença dos trabalhadores e das organizações populares em São Bernardo do Campo foi capaz de impedir, mesmo que temporariamente e até contra a vontade do próprio Lula, a prisão do ex-presidente e deixou claro – uma vez mais – que o avanço da direita e do golpe de Estado só pode ser barrado através de uma ampla mobilização popular de características revolucionárias, que mobilize os operários nas fábricas e nos bairros populares.

Para tanto seria preciso que a CUT, sindicatos e todas as organizações de luta contra a prisão de Lula e contra o golpe de Estado impulsionem a realização  de uma greve geral por tempo indeterminado até a liberdade de Lula!

Por meio de um amplo trabalho de agitação e propaganda, é preciso convocar a força mais poderosa da classe trabalhadora, a classe operária dos grandes centros operários a aderirem à greve e à mobilização geral pela derrota dos golpistas que querem deixar o ex presidente Lula mofando na cadeia, acabar com as riquezas nacionais e acabar com todos os direitos dos trabalhadores.

Um passo nesse sentido deve ser a organização pelos comitês de luta contra o golpe, realizando atividades de ativação da consciência da população para o importante momento em que vivemos, para debater a situação imposta com o golpe, suas consequências na destruição das condições de vida de toda população trabalhadora e a necessidade da luta unificada de todos os explorados, para derrotar o golpe, anular o impeachment e libertar Lula!

Para fazer vitoriosa a mobilização, fazendo dela um passo decisivo na organização de uma verdadeira greve geral, é preciso ampliar a paralisação dos transportes, do comércio, dos bancos, das escolas e, principalmente, das fábricas, usinas siderúrgicas, refinarias, grandes obras, enfim de amplos setores da classe operária.

No Brasil, o golpe se desenvolveu através de uma operação judicial: a Lava Jato. Um juizeco resolveu que pode prender pessoas sem provas ou mesmo julgamento, mostrando que a perseguição política ao Partido dos Trabalhadores e á toda esquerda eram o objetivo fundamental
desta operação judicial.

Desta forma, a prisão de José Dirceu, Delúbio Soares, Vaccari, Palocci e, agora, de Lula são a prova mais concreta de toda esta perseguição política e, por isto, devem ser soltos. O Partido da Causa Operária, se manifesta em total oposição à Lava Jato, que não só é um perigo para o movimento popular e sindical, mas para todos os partidos políticos de esquerda.

Mais do que nunca, e preciso colocar no centro da mobilização a luta pela derrota do golpe, a anulação do impeachment, pela anulação de todas as medidas golpistas e pela libertação imediata do ex-presidente Lula. e todos os presos políticos da Lava Jato.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar