Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Segunda, 20 Agosto 2018 18:03 Última modificação em Sexta, 24 Agosto 2018 18:04

PCB: Toda solidariedade aos imigrantes venezuelanos!

Avalie este item
(1 Voto)
País: Brasil / Migraçons / Fonte: PCB

Comitê Central do PCB. Nas últimas horas, o mundo assistiu a imagens que poderiam ser confundidas com fotografias que ilustraram as reportagens sobre a crise de imigrantes sírios que, há alguns anos, foram hostilizados por populares e grupos de direita nas fronteiras da Turquia, Grécia ou na Sérvia.

 Mas as cenas de perseguição e agressões a famílias de refugiados ocorreram na fronteira entre a Venezuela e o Brasil ao norte de Roraima e alertam para o grau de intolerância, xenofobia e reação violenta em curso contra imigrantes e refugiados no Brasil e que poderão precipitar reações e discursos de ódio étnico e racial ainda mais agressivos contra seres humanos que buscam melhores condições de sobrevivência.

É importante destacar que muitos desses imigrantes e refugiados acabam sendo submetidos a situações de exploração extrema, como é o caso da comunidade boliviana nas confecções têxteis em São Paulo, ou de haitianos na construção civil em diversas cidades do Brasil. Nunca é demais lembrar que migrantes brasileiros também sofrem com atos discriminatórios na Europa e nos Estados Unidos.

A falta de uma política de Estado que possa dar condições dignas aos imigrantes e refugiados que buscam, no Brasil, refúgio e condições de sobrevivência, em especial no estado de Roraima, potencializa condições de agravamentos e conflitos que são estimulados pela imprensa sensacionalista, pelo discurso xenofóbico de grupos fascistas, além da manipulação ideológica que diversos políticos conservadores fazem contra o Governo da Venezuela.

Os imigrantes venezuelanos em destaque, em sua ampla maioria, são a expressão de um fenômeno mundial de migração de povos que buscam melhores condições de vida e não podem ser confundidos com a classificação de refugiados políticos. Esse fenômeno, que ocorre em maior ou menor intensidade em todas as partes do mundo, já trouxe ao Brasil, entre 2017 e 2018, cerca de 127 mil venezuelanos, dos quais mais de 69 mil já deixaram o país!

Esse surto de violência cometido na cidade de Pacaraima expressa por um lado uma combinação perigosa, que expõe a total falta de empenho do governo brasileiro em dar condições adequadas aos imigrantes e, por outro lado, precipita e alimenta, justamente num período eleitoral e num cenário de crise econômica e política profundas, discursos nacionalistas e xenofóbicos, que criam subterfúgios para que candidatos da direita mais reacionária sustentem acusações preconceituosas contra os imigrantes. O discurso ultraconservador apela para a segurança nacional, acusando o “roubo” de empregos promovido pelos “invasores” e induzem assim o senso comum a um programa que estimule medidas mais conservadoras e condizentes às classes dominantes, como forma de enfrentar os inevitáveis efeitos contraditórios que as crises produzem, penalizando sempre os setores populares.

O PCB manifesta sua total solidariedade aos imigrantes venezuelanos e denuncia a responsabilidade das elites locais e do Governo Temer em promover o agravamento dessa situação com objetivos políticos diversos, mas todos com a finalidade de alimentar a oposição ao Governo Venezuelano e propiciar junto à opinião pública possíveis ações políticas e militares contra a soberania venezuelana, aumentando ainda mais a incidência de propostas e ideologias reacionárias e restritivas em curso, em nome da ordem do Capital.

Em 19 de Agosto de 2018.

Comitê Central do Partido Comunista Brasileiro.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar