Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Domingo, 31 Julho 2016 10:44 Última modificação em Domingo, 31 Julho 2016 11:09

SP: Mais de 300 vozes anticapitalistas para fortalecer a pré-candidatura de Diana Assunção

Avalie este item
(0 votos)
País: Brasil / Institucional / Fonte: Esquerda Diário
Entre os presentes havia delegações de trabalhadores de diversas categorias, como trabalhadores da USP, bancários, professores, metroviários, correios, trabalhadores da indústria, além de estudantes da USP, Unicamp, secundaristas.

Algumas das falas expressaram esses setores que hoje estão tomando a campanha da Diana como uma luta sua para nessas eleições colocar à frente uma voz que expresse suas lutas cotidianas e se coloque contra esse regime dos patrões.

555dd9e0ffc975af919106d8293df0c8.jpeg

Claudionor Brandão, diretor do Sindicato de Trabalhadores da USP (Sintusp) e demitido político pelo governo Serra e a reitoria da USP pela sua luta intransigente em defesa da educação pública e dos direitos dos trabalhadores efetivos e terceirizados, expressou em sua fala a luta de mais de uma década pela construção de uma organização revolucionária dos trabalhadores em nosso país. Retomou a trajetória de construção do MRT (Movimento Revolucionário de Trabalhadores), do qual Diana é dirigente, como uma batalha para colocar de pé uma organização com uma estratégia para derrotar o capitalismo.

971f373ae2751569af4cdb1f26f77218.jpeg

Outra presença destacada foi a de Silvia Ferraro, ativista do recém fundado MAIS (Movimento por uma Alternativa Independente e Socialista). Em sua fala, Silvia expressou como o MRT, ao longo de sua trajetória, é uma organização presente em todas lutas mais radicalizadas. Em sua fala também destacou o papel do MRT na esquerda brasileira para pautar a terceirização e precarização do trabalho. Ela também afirmou que hoje é fundamental avançar não apenas na unidade entre as distintas organizações revolucionárias em nosso país, como também no debate estratégico para que possamos confluir para avançar em uma unidade mais profunda para construir a revolução socialista no Brasil.

8c3ab56ef25a515ac1b30926421cc6f0.jpeg

Maíra Mee, ativista feminista e marxista, ressaltou a trajetória do MRT na luta das mulheres e afirmou a importância da luta dessa organização ao longo de mais de dez anos em que acompanha sua trajetória. Afirmou também que ao estar na Argentina pôde testemunhar no país não apenas a organização das mulheres ali, mas a importante atuação do PTS (organização irmã do MRT na Argentina) nesse processo de luta, e ressaltou sua confiança política na candidatura de Diana, e a importância de ter uma candidatura que se coloque como anticapitalista, o que a diferencia fundamentalmente de todas as demais candidaturas a vereador colocadas.

282421e098b4976f21b34c789809aa27.jpeg

Christian Castillo, dirigente do PTS e deputado pela Frente de Esquerda e dos Trabalhadores na Argentina (FIT), também esteve presente e em sua fala ressaltou a diferença dos mandatos dos parlamentares da FIT na Argentina, e em particular os deputados do PTS, que atuam sempre com um norte estratégico da independência de classe, colocando seus mandatos parlamentares como uma continuidade direta das lutas que se organizam em cada local de trabalho e estudo, e vendo a conquista dos cargos como um posto de luta, e não como uma oportunidade de ascenso individual dos candidatos.

5dfe61fff544dc503563ff63b798de4d.jpeg

Além dessas presenças, estivaram outros como Antonio Rago, professor de Sociologia da PUC e Fundação Santo André, e Marzeni, militante do PSOL e da LSR e trabalhador demitido político da Sabesp, pré-candidato a vereador também.

8cb1f35240236c71ffc7045df695277e.jpeg

a5589750f34b7253971aba7c888551b5.jpeg

a8b6e8ad48106a006721df95534eeb65.jpeg

Diana encerrou o ato com uma fala em que conclamava cada um dos presentes a transformar a força presente nesse ato de lançamento em uma força militante, construindo comitês de campanha em cada local de trabalho e região para que a voz dessa candidatura seja a expressão concreta de milhares de vozes anticapitalistas organizadas por suas demandas.

d732e4823f962082deb7669ef800c6f9.jpeg

82d0c919be4b1a7278f8a526164e4e90.jpeg

 

Em breve publicaremos mais informações sobre este lançamento, as falas na atividade e declarações de trabalhadores e jovens presentes.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: diarioliberdade [arroba] gmail.com | Telf: (+34) 717714759

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar