Publicidade

Diário Liberdade
Terça, 05 Julho 2016 13:49 Última modificação em Terça, 05 Julho 2016 14:09

Chega a Universidade Popular de Verao da Gentalha do Pichel, este ano em julho Destaque

Avalie este item
(0 votos)
País: Galiza / Língua/Educaçom, Cultura/Música / Fonte: Gentalha do Pichel

Do 11 ao 16 de Julho, o Pichel encherá-se de gente a partilhar saberes nos cursos da Universidade Popular. Se queredes aprender sobre ecologia, género, línguas, gastronomia, dança, tecnologia, música… lembrade reservar praça até um dia antes de cada curso em Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Praias massificadas? Vem ao Pichel aprender entre tod@s!

Preço por curso: 3€ (3’5€ nom sócia)

Abono todos os cursos: 8€ (10€ nom sócias)

INSCRIÇOM OBRIGATÓRIA em Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. até um dia antes do curso.


ESPECIALIZA-TE NOS GRAUS DE:

COM OS PÉS

  • Aprendendo-lhe o jeito. Maca Rodriguez e Carme Iglesias. 2ª Feira 11, de 21h a 22h. (Curso de nível intermédio-alto)

  • Entra no baile a bailar(e). Iniciaçom às foliadas. Chus Caramés. 3ª Feira 12, de 20h a 21h. (Curso de iniciaçom ao baile)

  • Dança das mulheres livres. Maika Sánchez. 4ªFeira 13, de 20h a 21h.

  • Iniciaçom ao samba no pé. Márlio Barcelos. 4ªFeira 13, de 18h a 19h30.

  • Como campam os que mandam! André Seoane. 5ª Feira 14 de 18h a 20h (Saída desde o C.S O Pichel)

  • Outra gestom do monte é possível. Roteiro polos espaços da cooperativa Monte Cabalar na Estrada. Fuco Barreiro, presidente da cooperativa. Sábado 16 de Julho, de 10h a 15h. (Saída desde o C.S O Pichel)

COM AS MANS

  • Bombo: noçons básicas para acompanhar música tradicional. Ana G. Lenza. 3ªF 12, de 21h15 a 22h15

  • Construçom de pandeiro quadrado (Peñaparda e Portugal) com madeiras reutilizadas. Ricardo Marcos Casás. 2ªFeira 11, de 18h a 22h.

  • Pandeiro de quatro esquinas…nom se toca com umha mao? Iniciaçom ao Pandeiro. Aitana Cuétara. 5ªFeira 14, de 18h a 20h.

COM SENTIDINHO

  • Lar eco-Limpo. Vero Torrijos. 3ª Feira 12, de 20h a 21h30.

  • Todas temos voz! ou de como facilitar a participaçom nos grupos. Andrea Rico. 5ª Feira 14, de 20h30 a 22h.

  • O amor nom é como no-lo contárom. Chaves para identificar e desaprender o amor romántico. Maria Rosendo. 2ªFeira 11 de 18h30 a 20h30.

  • Laboratório de Empoderamento Erótico. Mai Insua e Mari Fidalgo. 5ª Feira 14, de 18h a 20h.

  • Prostituiçom e/ou Trata de seres humanos com fins de exploraçom sexual: indícios para podermos identificar umha possível vítima de Trata. Lourdes Pazo. 4ª Feira 13, de 16h30 a 18h30.

  • Estereótipos e roles a través do jogo. Mon Vilar. 3ª Feira 12 de 17h a 19h.

COM A LÍNGUA E A EXPRESSOM

  • Conhecer, ler e apaixonar-se por Maria Mercè Marçal e Montserrat Roig. Helena Capera. Quinta feira 14, de 20h15 a 21h30.

  • Escritoras da anglofonia pós-colonial: novas vozes e identidades. Afonso Barata. 4ªFeira 13, de 19h a 20h.

  • Conversa sobre literatura francófona: romance policial escrito por mulheres. Raquel Paz. 3ª Feira 12, de 19h a 20h.

  • O corpo criativo, recursos de expressom e criaçom cénica. Zé Paredes. 4ª Feira 13, de 21h15 a 23h15.

  • Meios de comunicaçom populares em galego-português. Diário Liberdade. 3ªFeira 12, de 17h30 a 19h30.

COM GOSTO

  • Anatomia do mar: técnicas de limpeça e pre-elaboraçom do peixe na cozinha. Luzia Álvares. 4ª Feira 13, de 20h a 21h30.

  • Cozinhar saboroso sem muito orçamento! Josinho do 13. 4ª Feira 13, de 13h a 14h30.

  • Com as mãos na massa! Introduçom ao amassado. Chuck Norris. 5ª Feira 14, de 18h a 20h.

COM FERRAMENTAS

  • Uso doméstico da broca. Paulo Painceiras. 5ª Feira 14, de 20h a 21h.

  • Manutençom básica de bicicleta. Joaquín Crujeiras e Diego Taboada. 3ªFeira 12, de 19h30 a 20h30.

  • Iniciaçom à programaçom com expressons regulares. Helena Sabel. 2ª Feira 11, de 18h30 a 20h30.

  • Você está aqui. Jesús Rivera. 2ªFeira 11, de 20h45 a 22h.

  • Fazer fotos à noite! Alberte Peiteável. 5ª Feira 14, às 22h30. Saída desde o C.S O Pichel.

calendário

semana do 11 ao 16 de julho. 2ªfeira, 11 de julho:

  • Construçom de pandeiro quadrado (Peñaparda e Portugal) com madeiras reutilizadas. Ricardo Marcos Casás. De 18h a 22h.

    Aprenderemos a fabricar um pandeiro quadrado reutilizando madeiras do lixo e usando fita adesiva grossa . Podes trazer o teu material, ou levamos-cho nós por 2€ mais.

    Material necessárioquatro tábuas de aprox. 50 cm de longo; grossor menor de 20 mm e largura aproximada de 4-6 cm para o pandeiro português e 5-8 cm para pandeiro de Peñaparda, + um rolo de fita adesiva da tua cor favorita.

  • O amor nom é como no-lo contárom. Chaves para identificar e desaprender o amor romántico. Maria Rosendo. 2ªFeira 11 de 18h30 a 20h30.

    Através deste obradoiro tomaremos consciência de como os roles de gênero estam a influenciar nas nossas relaçons de parelha. Analisaremos como é que acontecem algumhas das situaçons que dam lugar à desigualdade (autopostergaçons, altruísmos, servilismos, cessons, renuncias…) e buscaremos ferramentas que nos ajudem a situar o centro da nossa vida e do nosso amor em nós próprias.

  • Iniciaçom à programaçom com expressons regulares. Helena Sabel. De 18h30 a 20h30.

    Que o nome nom te bote para trás! Sejas tradutora, editor, corretora, filólogo, lingüista, historiadora… se precisares de buscar, editar, substituir e modificar textos, as expressons regulares poupam-te tempo e trabalho. E se o que te interessa é a programaçom, já sabes que nom podes viver sem elas…

  • Você está aqui. Jesús Rivera. De 20h45 a 22h.

    Aprenderemos a mover-nos com as ferramentas dos mapas on-line (Google Maps, Open Street Map…), tipos de coordenadas, exportar e importar tabelas de dados, sinalizar lugares, marcar percursos…

  • Aprendendo-lhe o jeito. Maca Rodriguez e Carme Iglesias. De 21h a 22h. (Curso de nível intermédio-alto)

    Seguro que tentaste nalgumha ocasiom apanhar esses pontos onde a gente parece que tem rodas. Si, estamos a falar do jeito da rica terra de Tordoia (e arredores). Se pretenderes tornar-te umha bailadora ou bailador de êxito nom podes perder este curso. Inicia-te no baile de Tordoia!

3ªfeira, 12 de julho:

  • Estereótipos e roles a través do jogo. Mon Vilar. De 17h a 19h.

    A través dos jogos, nenas e nenos vam formando a sua personalidade. Jogando aprendem tipos de conduta, comportamentos, a relacionarem-se com os e as demais… Por isso mesmo, a través dos jogos podem-se evitar condutas sexistas no futuro. Com exemplos prácticos reflexioanremos sobre os modelos de homes e mulheres representados nos jogos e como se constroem as relaçons a través destes aprendendo roles de gênero, identificaremos estereótipos de gênero incorporados nos jogos e, a sua vez, aprenderemos a detectar um brinquedo ou jogo sexista aportando propostas alternativas de jogos igualitários.

  • Meios de comunicaçom populares em galego-português. Diário Liberdade. De 17h30 a 19h30

    Breve apresentaçom dos meios de comunicaçom digitais construídos polos movimentos sociais e organizaçons políticas progressistas na lusofonia (Galiza, Brasil, Portugal e África e Ásia lusófonas)

  • Conversa sobre literatura francófona: romance policial escrito por mulheres. Raquel Paz. De 19h a 20h.

    Gostas da literatura policial? Esquece Agatha Christie e passa-te a Agota Kristof! Conversaremos sobre alguns romances de escritoras francófonas dos últimos anos.

  • Manutençom básica de bicicleta.  Joaquín Crujeiras e Diego Taboada. De 19h30 a 20h30. 

    Curso breve para o correcto cuidado das bicicletas.

  • Lar eco-Limpo. Vero Torrijos. De 20h a 21h30.

    Reciclaremos o azeite usado das frituras para fazermos sabom e também prepararemos limpador multiusos sem tóxicos.

    Tés de trazer: 50 cl de azeite usado e 1/2€ para partilhar o custo do azeite essencial que usaremos como fragrância.

  • Entra no baile a bailar(e). Iniciaçom às foliadas. Chus Caramés. De 20h a 21h.

    Aprende a decifrar e mover-te ao compasso dessa gente que baila quando soam as gaitas e as pandeiretas.

  • Bombo: noçons básicas para acompanhar música tradicional. Ana G. Lenza. De 21h15 a 22h15

    Todo o que precisas saber para pegar no bombo e safar dignamente numha foliada.

4ªfeira, 13 de julho:

  • Cozinhar saboroso sem muito orçamento! Josinho do 13. De 13h a 14h30.

    Tés gente em casa e queres fazer comida saborosa e sugerente mas barata? Neste curso aprenderás várias receitas, como croquetes caseiros ou carrilheras, e renovarás a tua ementa. Ao acabar, comeremos o cozinhado no Pichel!

  • Prostituiçom e/ou Trata de seres humanos com fins de exploraçom sexual: indícios para podermos identificar umha possível vítima de Trata. Lourdes Pazo. De 16h30 a 18h30.

    Que é a Trata e quais som os seus indicadores som os temas em que nos centraremos neste curso em que, a partir da visualizaçom de vídeos com entrevistas, poderemos distinguir os seus indícios.

  • Iniciaçom ao samba no pé. Márlio Barcelos. De 18h a 19h30.

    Da mistura de ritmos africanos, o samba nasceu no Brasil e pode ser bailado de variados modos, dependendo da regiom e da situaçom. Aprenderemos no curso os passos básicos do “samba no pé”, nome do estilo livre e improvisado de bailar o samba.

  • Escritoras da anglofonia pós-colonial: novas vozes e identidades. Afonso Barata. De 19h a 20h.

    Um breve percurso através de algumhas das autoras contemporáneas mais relevantes em língua inglesa.

  • Dança das mulheres livres. Maika Sánchez. De 20h a 21h.

    Fazer dançar a nossa força e a nossa inspiraçom na coletividade baixo o ritmo de sons ciganos.

  • Anatomia do mar: técnicas de limpeça e pre-elaboraçom do peixe na cozinha. Luzia Álvares. De 20h a 21h30.

    Nom distingues umha “supreme” de um “lombo”? Nom fazes ideia do que é o “fumet”? Queres goçar das

    luras sem areia? Este é o teu curso!

  • O corpo criativo, recursos de expressom e criaçom cénica. Zé Paredes. De 21h15 a 23h15.

    Obradoiro de criaçom cénica em que abordaremos estratégias de estímulo criativo: A improvisaçom. O jogo dramático. O corpo no espaço.

5ªfeira, 14 de julho:

  • Com as mãos na massa! Introduçom ao amassado. Chuck Norris. De 18h a 20h.

    Como elaborar massas para o pam, pizza, empada, com a técnica do amassado francês. Amassado, pré-forma e forma.

  • Pandeiro de quatro esquinas…nom se toca com umha mao? Iniciaçom ao Pandeiro. Aitana Cuétara. De 18h a 20h.

    Aprenderemos técnica galega e técnica de Peñaparda.

  • Como campam os que mandam! André Seoane. De18h a 20h (Saída desde o C.S O Pichel)

    Quem tem poder costuma ter a necessidade de fazê-lo evidente ante o resto da sociedade, por este motivo a representaçom do poder é um dos elementos que mais influi na configuraçom urbana. Neste roteiro vamos dar umha voltinha pola cidade e reparar como o espaço em que vivemos está fortemente mediatizado pola representaçom do poder, desde as manifestaçons mais evidentes até as mais subtis.

  • Laboratório de Empoderamento Erótico. Mai Insua e Mari Fidalgo. De 18h a 20h.

    Explorar e criar a nossa erótica, experimentar com o nosso prazer! Um tempo para partilharmos e enraizarmo-nos no prazer desde a palavra e o trabalho corporal. Aberto a mulheres de qualquer orientaçom e vivencia sexual.

  • Uso doméstico da broca. Paulo Painceiras. De 20h a 21h. 

    Ferramentas necessárias para fazer perforaçons em paredes, metal, madeira… Falaremos das distintas classes de brocas e da maneira de empregar cada umha delas. Fundamentalmente será um curso prático onde tentaremos algum truque para furar azulejo, para nom lixar todo ou para nom mancar-se.

  • Conhecer, ler e apaixonar-se por Maria Mercè Marçal e Montserrat Roig. Helena Capera. De 20h15 a 21h30.

    Marçal e Roig fôrom rebeldes e feministas. Hoje continuam a ser referentes da literatura catalá. Achega-te a conhecê-las e deixar-te agarimar polas suas verbas. Será bonito!

  • Todas temos voz! ou de como facilitar a participaçom nos grupos. Andrea Rico. De 20h30 a 22h.

    O grupo é mais do que a soma das partes. Achegaremo-nos a paradigmas, técnicas e habilidades para entender e facilitar o desenvolvimento satisfatório e justo dos grupos em que participamos.

  • Fazer fotos à noite! Alberte Peiteável. Às 22h30. Saída desde o C.S O Pichel.

    Aprende a tirar-lhe mais partido à tua cámara sem luz natural.

sábado 16 de julho:

  • Outra gestom do monte é possível. Roteiro polos espaços da cooperativa Monte Cabalar na Estrada. Fuco Barreiro, presidente da cooperativa. De 10h a 15h. (Saída desde o C.S O Pichel)                                                                                                                                                      Monte Cabalar é umha cooperativa de exploraçom comunitária da terra que agrupa aproximadamente 3.600 propriedades de mais de 1.000 proprietários numa exploraçom ganadeira em extensivo com mais de 700 ha de monte fechadas nas freguesias de Somoza, Tabeirós, Nigoi, Arca e Souto (câmara municipal de A Estrada) com o objectivo de intervir sobre o abandono e o minifundio e de criar a experiência dumha exploraçom silvopastoral em regime coooperativo. Solicita-se confirmaçom de assistencia no mail da Gentalha ou no 650200974 para poder organizar o deslocamento. Podes trazer um sanduiche por se entra a fome, ainda que lá experimentaremos os enchidos da cooperativa.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar