Publicidade

Diário Liberdade
Segunda, 25 Setembro 2017 06:55 Última modificação em Quinta, 28 Setembro 2017 17:21

Uma rara abordagem pessoal do líder da RDPC: "A senilidade do presidente Trump"

Avalie este item
(1 Voto)
País: Coreia do Norte / Direitos nacionais e imperialismo / Fonte: Resistir

[Kim Jong-Un] O discurso pronunciado pelo presidente dos EUA na sua alocução inaugural no plenário da ONU nas graves circunstâncias agora prevalecentes – em que a situação na península coreana foi tornada mais tensa do que nunca e está a avançar cada vez mais para um estado incerto – está a despertar preocupações mundiais.

Ao imaginar a ideia geral do que ele diria, esperava eu que fizesse observações estereotipadas e preparadas previamente, tal como as que costuma emitir impulsivamente no seu gabinete, no momento em que tinha de falar no maior cenário diplomático oficial.

Contudo, longe de fazer quaisquer observações com algum poder persuasivo que pudessem ser encaradas como úteis para dissipar a tensão, ele proferiu insensatezes brutais sem precedentes jamais ouvidas por parte de qualquer dos seus antecessores.

Um ruidoso ladrar de cão aterrorizado.

Eu gostaria de aconselhar Trump a exercer prudência na selecção de palavras e a ser atencioso com quem fala quando faz um discurso frente ao mundo.

O comportamento mentalmente demente do presidente dos EUA a exprimir abertamente na arena da ONU a vontade anti-ética de "destruir totalmente" um estado soberano, ultrapassando a fronteira das ameaças de mudança de regime ou do derrube do [seu] sistema social, faz com que mesmo aqueles com faculdades de pensamento normal pensem acerca de discrição e compostura.

Suas observações recordam-me palavras como "leigo político" ("political layman") e "herege político" ("political heretic") que estavam em voga em relação a Trump durante a sua campanha de eleição presidencial.

Após a tomada de posse Trump conturbou o mundo através de ameaças e chantagens contra todos os países. Ele é inapto para manter a prerrogativa de comandante supremo de um país e é certamente um patife (rogue) e um gangster que gosta de brincar com fogo, ao invés de um político.

Suas observações, as quais descrevem a opção dos EUA através da manifestação directa da sua vontade, convenceram-me, ao invés de assustar-me ou travar-me, de que o caminho por mim escolhido é correcto e o único que tenho de seguir até o fim.

Agora que Trump negou a existência e insultou a mim e ao meu país frente aos olhos do mundo e fez a mais feroz declaração de guerra da história de que destruiria a RDPC, consideraremos com seriedade exercer uma contra-medida correspondente e do mais alto nível de endurecimento da história.

A acção é a melhor opção para tratar o senil (dotard) que, surdo, profere só o que quer dizer.

Como um homem que representa a RDPC e em nome da dignidade e da honra do meu estado e povo e da minha própria, farei com que o homem que mantém a prerrogativa de comandante supremo dos EUA pague um alto preço pelo seu discurso em que apela à destruição total da RDPC.

Isto não é uma das expressões retóricas amadas por Trump.

Estou agora a pensar arduamente acerca da resposta que ele poderia aguardar quando permitiu que tais palavras excêntricas escorressem da sua boca.

Seja o que for que Trump possa ter esperado, ele enfrentará resultados para além da sua expectativa.

Seguramente e definitivamente amansarei com fogo o senil estado-unidense mentalmente desarranjado.
22/Setembro/2017

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar