Publicidade

Diário Liberdade
Terça, 25 Dezembro 2018 21:22 Última modificação em Quinta, 03 Janeiro 2019 19:07

Turquia reforça presença militar na Síria

Avalie este item
(0 votos)
País: Síria / Direitos nacionais e imperialismo / Fonte: Abril Abril

A Turquia está a mobilizar efectivos e equipamento pesado para o território sírio ocupado próximo de Manbij. A cidade é a única do Rojava a oeste do Eufrates fora do controlo das forças pró-turcas.

Cerca de 35 tanques e diverso equipamento pesado chegou ontem ao início da noite à fronteira turco-síria, tendo atravessado em direcção ao território sírio ocupado, no âmbito da Operação Escudo do Eufrates.

A mobilização armada turca está a concentrar-se entre Jarabulus e Manbij, junto a uma àrea próxima do rio Sajur (afluente do rio Eufrates). Na cidade, sob controlo curdo, estão estacionadas as forças do Conselho Militar de Manbij. A única ligação do território ao resto do Rojava é assegurada por duas pontes sobre o rio Eufrates.

De momento, a Aljazeera aponta para cerca de 100 veículos estacionados na àrea, entre os quais dezenas de tanques, camiões, diversas peças de artilharia, como obuses, entre outros tipos de equipamento.

As movimentações militares decorrem dias depois do anúncio do presidente norte-americano, Donald Trump, ter ordenado a retirada de 2000 militares colocados na Síria, à revelia do direito internacional, alegando vitória sobre o Daesh.

Os militares norte-americanos apoiavam as autodenominadas Forças Democráticas da Síria (FDS), a principal força política no Curdistão sírio, que têm servido como o seu principal aliado na Síria e que, neste momento, controla quase todo o território a leste do rio Eufrates.

Todavia, a Turquia encara as SDF como uma organização terrorista, sobretudo as Unidades de Protecção Popular (YPG), que vê como associadas ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Nos últimos dois anos, a Turquia realizou várias operações militares em partes do Norte da Síria, com os nomes código Operação Escudo Eufrates e Operação Ramo de Oliveira. De momento, ocupa Afrin e uma àrea significativa do Noroeste sírio.

Na semana passada, o presidente turco Erdogan anunciou planos para iniciar uma nova operação militar na Síria, contra as forças turcas, tendo anunciado o seu adiamento após o anúncio de retirada dos EUA.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar