Publicidade

Diário Liberdade
Quinta, 19 Outubro 2017 12:49

Apagar as vozes dissidentes

Avalie este item
(0 votos)
Ramiro Vidal

Clica na imagem para ver o perfil e outros textos do autor ou autora

Soa no meu ipod o famoso tema de Soziedad Alkohólica “Piedra, papel, tijera”, que evoca aquele jogo infantil com o que tirávamos a sorte quem começava a escolha de jogadores anterior a um jogo de futebol na rua ou nalgum campo da contorna do bairro ferroläo do Cavalo Branco, onde mora ainda a minha avô, ou nalgum descampado do também ferroläo bairro de Carança, onde passei a minha pré-adolescência...


Uma música da veterana banda hardcore-metal basca que fala da censura no regime bourbônico. E soa essa música cheia de raiva e razäo enquanto leio a entrevista à Isabel Lema no portal Praza Pública, onde a coordenadora de Cuac FM explica que a Xunta pretende, em aplicaçäo de uma lei que ela própria nunca cumpriu, fechar esta rádio comunitária.

Nada novo sob o sol do decadente estado bourbônico, amparar-se em leis que jamais se respeitaram para reprimir a voz do discordante. Däo-me igual já os argumentos legais que se puderem esgrimir, e tanto me têm outro tipo de consideraçöes que já escutei, nalgum caso para justificar o silêncio sobre o facto, que nega a solidariedade sequer moral e que se converte para mim de maneira direta em cúmplice com a repressäo.

Radio Cuac é uma rádio comunitária como já disse, sediada em instalaçöes da Universidade da Corunha, que dá cabimento a uma boa quantia de programas com conteúdo do mais diverso e, em ocasiöes, sem a mais mínima hipótese de achar espaço nem nas rádios comerciais, nem nas públicas. É um motivo mais do que sobrado para apagá-la do mapa, ainda que näo fizer nem minimamente competência às rádios do regime.

Se por uma rádio desfilam representantes de forças políticas e sindicatos minoritários, de centros sociais, de associaçöes culturais, de coletivos ambientalistas... está-se a fomentar uma canle para discursos que precisamente devem permanecer, salvo contadas exceiçöes, à margem dos microfones. Para opinar, já há opinadores profissionais, e as linhas de discurso permitidas já estäo representadas.

Näo há nada novo que eu possa dizer, e tudo é perfeitamente imaginável...quem näo conhece histórias similares? Repetem-se uma e outra vez; cada vez que o povo conquista um ferrado de espaço, vem o estado bourbônico, em forma de qualquer administraçäo, e passa o fouzinho.

Mas Radio Cuac continuar-há na rede, näo percam a sua programaçäo online. Por ventura, ainda näo lhe pusseram barreiras à rádio por internet. O meu ânimo para o pessoal que faz possível a Cuac FM, e espero sinceramente que em breves este médio alternativo recupere o voo a travês das ondas hertziäs.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar