Publicidade

Diário Liberdade
Terça, 02 Outubro 2018 00:00

Na pós-democracia, a política comandada pela economia

Avalie este item
(2 votos)
Sergio Domingues

Clica na imagem para ver o perfil e outros textos do autor ou autora

Em seu livro “How Will Capitalism End?” (Como o capitalismo vai acabar?), o sociólogo alemão Wolfgang Streeck defende que há décadas vem ocorrendo uma dissociação entre democracia e economia nos países da OCDE.


Vejamos:

Na era da inflação na década de 1970, as relações de trabalho eram a principal arena de luta, com greves muito frequentes. Os trabalhadores se envolviam em conflitos diretos com um adversário visível, os patrões.

Quando a inflação terminou, no início dos anos 80, as greves também cessaram e a defesa de interesses e direitos contra a lógica dos mercados mudou para a arena eleitoral.

Hoje, com a austeridade fiscal, a vida de milhões depende de decisões de bancos centrais, organizações internacionais e instituições semelhantes, atuando em um remoto espaço, isolado da experiência cotidiana e totalmente impenetrável para pessoas de fora dele.

A democracia deixou de ser funcional para o desenvolvimento econômico e, de fato, tornou-se uma ameaça ao desempenho do novo modelo de crescimento. Portanto, teve que ser dissociada da economia. Foi aí que nasceu a "pós-democracia".

Nas etapas acima, Streeck descreve a situação dos países da OCDE, na qual não nos encaixamos. Mas não é difícil enxergar estágios semelhantes em nossa trajetória do final da ditadura militar aos governos petistas.

Mas “pós-democracia” é um conceito que possivelmente faça sentido somente para sociedades que realmente viveram períodos de liberdades significativas. Em nosso caso, talvez estejamos mais para uma infindável transição pós-ditadura com inúmeros riscos de recaída.

De qualquer maneira, e com algum atraso, também chegamos à fase da política comandada pela economia.

Fundamental lembrar disso às vésperas de outra eleição.

Fonte: Pílulas Diárias

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar