Publicidade

Diário Liberdade
Sexta, 17 Março 2017 08:17 Última modificação em Sexta, 17 Março 2017 15:44

Justiça paralisada em São Tomé e Príncipe

Avalie este item
(0 votos)
País: São Tomé e Príncipe / Laboral/Economia / Fonte: VOA

Os funcionários judiciais e do Ministério Público em greve em São Tomé e Príncipe desde o dia 8 decidiram suspender hoje os trabalhos mínimos exigidos por lei.

«Os cinco dias de

serviços mínimos terminaram ontem, o que significa dizer que a partir hoje a paralisação é total», afirmou nesta quarta-feira, 15, Leonardo Gomes, porta-voz do sindicato da categoria

Gomes revelou haver “um pré-acordo para a maioria das reivindicações", que, no entanto, não inclui a principal reivindicação dos funcionários judiciais e do Ministério Público ou seja “ajuste dos salários”.

"Estamos a reivindicar uma situação legítima e esperamos que haja colaboração da entidade competente no sentido de aceitar as nossas revindicações e negociar connosco para chegarmos a um entendimento», disse o sindicalista, garantindo que a greve vai continuar até que as suas reivindicações sejam satisfeitas, tais como o ajuste salarial desde Janeiro de 2017 , melhorias de condições de trabalho e outras regalias consagradas na lei.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar