Publicidade

Diário Liberdade
Sábado, 16 Setembro 2017 12:07

Homenagem a Agostinho Neto em lugar onde se proclamou a independência de Angola

Avalie este item
(1 Voto)
País: Angola / Reportagens / Fonte: Prensa Latina

A VII edição do FestiNeto, em homenagem ao primeiro presidente angolano Antonio Agostinho Neto, começou hoje (15) no palco onde se proclamou a independência do país há quase 42 anos.

María Eugenia Neto, a viúva do Herói Nacional e presidenta da Fundação Antonio Agostinho Neto, destacou que o parque da Independência -sede até o domingo da feira- tem memória e dela brotará o futuro.

É a primeira vez que o organizamos aqui, expôs María Eugenia ao recordar que Neto proclamou a soberania do país na noite do 11 de novembro de 1975 a uns passos do parque.

Esperamos que seja conseguida a exposição de todo tipo de cultura, acrescentou em alusão ao programa de ações que inclui apresentações de livros, de grupos de dança e a venda de artesanatos como parte das celebrações pelos 95 anos do nascimento do pai da pátria angolana.

A embaixadora da Namibia aqui, Claudia Uushona, qualificou de gratificante o fato dos jovens poderem conhecer do passado, dos sacrifícios de seus povos para conseguir a libertação.

O conselheiro da embaixada de Havana em Luanda, Ernesto Purgarón, destacou as diversas facetas do médico, poeta e estadista, além de seu gênio diplomático.

Para amanhã está prevista uma apresentação internacional de gastronomia e cultura, na qual participarão duas dezenas de embaixadas daqui, na quais seus representantes exibirão o melhor de seu culinária em sessões de degustação e apresentarão trajes típicos e outras manifestações típicas de seus países.

Terá competições esportivas. Enquanto espera-se para o dia 29 a entrega do prêmio literário Sagrada Esperança, que acontecerá no Memorial Doutor Antonio Agostinho Neto.

Agostinho Neto morreu em 10 de setembro de 1979 em Moscou quando era submetido a uma operação cirúrgica. Sua morte provocou uma onda de dor entre os angolanos que menos de quatro anos antes conseguiram a independência de Portugal.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar