Publicidade

Diário Liberdade
Sexta, 05 Mai 2017 13:06

Força Armada da Venezuela apoia convocação da Assembleia Nacional Constituinte

Avalie este item
(1 Voto)
País: Venezuela / Resenhas / Fonte: AVN

A Força Armada Nacional Bolivariana (FANB) divulgou um comunicado nesta terça-feira em que apoia a convocação de uma Assembleia Nacional Constituinte pelo presidente da República, Nicolás Maduro, com o objetivo de preservar a paz e a estabilidade da República.

No comunicado, publicado na página web do Ministério da Defesa, a FANB destacou que a iniciativa "é uma fidedigna demonstração do caráter democrático do Chefe de Estado, que invoca o poder originário gerando um amplo e inédito espaço de opinião, ante a ingerência, a intolerância política, a violência, a barbárie e a desestabilização recentemente promovidas por grupos radicais da oposição, que perseguem a fragmentação do todo social".

Veja abaixo a nota na íntegra:

                                             COMUNICADO DA FORÇA ARMADA NACIONAL BOLIVARIANA

A Força Armada Nacional Bolivariana manifesta ao povo venezuelano seu decidido apoio à iniciativa tomada pelo cidadão Nicolás Maduro Moros, Presidente Constitucional da República Bolivariana da Venezuela e nosso Comandante em Chefe, de convocar uma Assembleia Nacional Constituinte em estrito apego ao estabelecido nos artigos 347, 348 e 349 da Carta Magna.

Tal iniciativa é uma fidedigna demonstração do caráter democrático do Chefe de Estado, que invoca o poder originário gerando um amplo e inédito espaço de opinião, ante a ingerência, a intolerância política, a violência, a barbárie e a desestabilização recentemente promovidas por grupos radicais da oposição, que perseguem a fragmentação do todo social. Em tal sentido, abre as portas a um grande diálogo, que em um clima de respeito e reconhecimento mútuo, permitirá o debate de ideias e consequentemente a reconciliação cidadã através da participação ativa e protagônica dos distintos setores da sociedade; não precisamente de cúpulas ou elites de nenhuma natureza.

Deste modo o primeiro mandatário nacional, assume um trascendental desafio político, com o objetivo de evitar um enfrentamento interno, depositando sua confiança nas decisões que tome o verdadeiro soberano, o povo da Venezuela. Bem assinalava o Libertador Simón Bolívar, em seu Discurso de Angostura, em Fevereiro de 1819: "Se não há um respeito sagrado pela Pátria, pelas leis e pelas autoridades, a sociedade é uma confusão, um abismo: é um conflito singular de homem a homem, de corpo a corpo".

Esta convocação está fundamentada na constituição fundacional da República Bolivariana da Venezuela e, dadas as novas realidades geopolíticas e socioeconômicas, persigue fortalecê-la mediante a inclusão de aspectos orientados a uma maior concretização dos fins essenciais do Estado, entre os quais destacam-se a consolidação da Paz, o aperfeiçoamento do sistema econômico, a defesa da soberania e integridade nacional e o rechaço ao intervencionismo, entre outros.

A Instituição Castrense acredita firmemente na convivência pacífica e no diálogo construtivo; ratifica sua irredutível vocação de servir aos mais elevados interesses da Pátria e o inquebrantável compromisso de respeitar e fazer cumpir a Suprema Lei da República. De igual forma, exorta a coletividade a abandonar qualquer tipo de manifestação violenta que atente contra os direitos humanos das pessoas e convida com deferência todas as formas de organização social que fazem vida no país, para que façam parte deste chamado legal e democrático, que com toda certeza representa um mecanismo de solução aos problemas que padecemos, no âmbito do entendimento, harmonia e a fraternidade que sempre nos têm caracterizado.

                                                                     CHÁVEZ VIVE... A PÁTRIA SEGUE!

                                                                 INDEPENDÊNCIA E PÁTRIA SOCIALISTA...

                                                                          VIVEREMOS E VENCEREMOS!

                                                                           VLADIMIR PADRINO LÓPEZ

                                                                               GENERAL EM CHEFE

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar