Publicidade

Diário Liberdade
Sábado, 02 Dezembro 2017 14:43 Última modificação em Segunda, 01 Janeiro 2018 22:26

Honduras: Toque de recolher e denúncia de fraude eleitoral

Avalie este item
(2 votos)
País: Honduras / Direitos nacionais e imperialismo / Fonte: Diário Liberdade

O pequeno país da América Central volta a confrontar-se com a realidade de um regime golpista que se recusa a reconhecer a vitória da oposiçom.

A perspectiva da vitória eleitoral opositora adiou a comunicaçom dos resultados entre a crescente agitaçom das massas nas ruas. Finalmente, confirmou-se a fraude eleitoral Tribunal Supremo Electoral (TSE) e a vitória da 'Alianza de la Oposición contra la Dictadura', de Salvador Nasralla, viu como a sua vitória inicial era anulada enquanto o regime declarava o toque de recolher em todo o país.

O atual presidente do país, Juan Orlando Hernández representante da oligarquia tradicional, vê assi preservada a sua posiçom institucional enquanto o povo se manifesta nas ruas. Várias pessoas mortas e muitas mais feridas, num caos provocado polas forças do Estado para justificar o toque de recolher.

A chamada "Comunidade Internacional" guarda silêncio quando o Tirbunal Supremo dá cobertura a umha impossível viragem dos resultados nos últimos 30% de contagem, quando o partido opositor tinha 70% dos votos. Umha operaçom impossível que contraria a vontade popular com a cumplicidade dos militares e a pressom policial contra o povo. Silêncio nos meios de comunicaçom que mantenhem umha campanha sem fim contra a democracia venezuelana e dam apoio ao golpismo institucionalizado nas Honduras.

Ao que todo indica, assistimos a um novo capítulo do processo reacionário iniciado com o golpe cívico-militar de 2009 contra Manuel Zelaya, que se reproduziu com golpes institucionais em diversos pontos do continente, com destaque para o protagonizado polo grande capital brasileiro destituindo ilegalmente a social-democrata Dilma para colocar o seu sócio de direita, Michel Temer. Um processo de dimensons continentais que tenta recuperar a iniciativa mais extremista do capital em temos de dura crise sistémica mundail.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar