Publicidade

Diário Liberdade
Segunda, 19 Fevereiro 2018 10:27 Última modificação em Terça, 13 Março 2018 01:02

Maduro é favorito para vencer as eleições na Venezuela, diz pesquisa

Avalie este item
(2 votos)
País: Venezuela / Reportagens / Fonte: AVN

Uma pesquisa do Instituto Hinterlaces mostra que o presidente da República e candidato à reeleição, Nicolás Maduro, é o favorito dos venezuelanos para vencer as eleições presidenciais de 22 de abril.

Ele tem 37% das intenções de voto nesse início de campanha presidencial. O segundo colocado tem 19% e o terceiro, 11%.

Em entrevista ao programa José Vicente Hoy neste domingo, o diretor da empresa, Óscar Schémel, disse que o povo da Venezuela aposta no desenvolvimento, bem-estar, prosperidade, eficiência e conciliação com o candidato revolucionário.


"Há uma identificação de classe, e Nicolás Maduro é visto com mais proximidade que qualquer outro concorrente", afirmou em transmissão da Televen.

Schémel explicou que diante deste cenário algumas vozes da oposição que se apresentam como opção são "vistos como distantes, diferentes, e inclusive como uma ameaça ao modelo de inclusão e a possibilidade de seguir progredindo, ao protagonismo que se alcançou nos últimos tempos".

Outro fator que faz com que o povo aposte na reeleição de Maduro é o reconhecimento a sua capacidade de conhecer, falar e enfrentar os problemas que afetam a população, o que contrasta com a percepção de que a oposição "não tem relato, não tem discurso e não conta com vozes que falem dos problemas dos pobres".

O povo percebe que o discurso da oposição somente se concentra em "temas como liberdade, divisão de poderes, democracias, que são palavras de ordem e propostas das pessoas que estão bem economicamente e podem se ocupar desses temas".

Já Nicolás Maduro "tem um discurso coerente, que reconhece os problemas, que reconhece os sectores populares, se coloca como protetor e alimenta a fé de que junto se pode mais e se pode resolver". Por isso 55% dos venezuelanos  preferem que seja Maduro quem resolva os problemas e não um governo da oposição, segundo indicou outra pesquisa.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar