Publicidade

Diário Liberdade
Domingo, 20 Outubro 2019 23:04 Última modificação em Quarta, 13 Novembro 2019 02:12

Posição do Partido Comunista da Turquia (TKP) sobre a intervenção turca na Síria

Avalie este item
(1 Voto)
País: Turquia / Direitos nacionais e imperialismo / Fonte: PCB

Comunicado do Comitê Central do TKP.

Tirem as mãos da Síria!

Há cerca de oito anos, começaram as manifestações antigovernamentais na Síria. Essas manifestações logo se transformaram em um levante armado e confrontos em certas cidades. Então, juntamente com o envolvimento de forças estrangeiras, começaram a guerra civil e a ocupação das potências imperialistas lideradas pelos EUA.

Naquela época, os planos do imperialismo estadunidense para o Oriente Médio estavam em vigor. O governo do AKP (Turquia) estava mais do que ansioso por desempenhar o papel de ator principal nesses planos. Os Estados Unidos e o AKP começaram a armar e treinar vários grupos contra o governo de Assad, na Síria. A OTAN, a MIT (Agência Nacional de Inteligência da Turquia) e a CIA se reuniram na Síria. Gangues jihadistas foram equipadas com as armas mais modernas. Exércitos foram estabelecidos além dessas gangues. A Turquia assumiu a responsabilidade pelo treinamento desses exércitos. Como se isso não bastasse, foram realizadas reuniões em Antália e Istambul com os representantes dessas quadrilhas. Os membros das gangues receberam salários da Turquia. O AKP, além de interferir nos assuntos internos do nosso vizinho, a Síria, assumiu o papel de provocar diretamente uma guerra civil naquele país. No entanto, o processo não se desenrolou como previsto pelos EUA e pelo AKP. O povo da Síria resistiu contra a ocupação imperialista e as gangues reacionárias.

Por outro lado, o povo da Síria pagou um preço muito alto nesses oito anos. A Síria perdeu centenas de milhares de membros de seu povo. Milhões foram deslocados. Foram submetidos à escuridão medieval em meados do século XXI. Em algumas regiões, os moradores foram submetidos à barbárie e ao fanatismo mais selvagens.

AKP COMETE UM CRIME HÁ OITO ANOS

A Síria ainda está sob ocupação e é um estado dividido. Gangues jihadistas e suas forças armadas ainda estão aterrorizando certas regiões.

O AKP está cometendo um grande crime nos últimos oito anos. O AKP desconsidera a soberania de outro país e abertamente financia, treina gangues separatistas e jihadistas e as transforma em forças armadas dentro da Síria.

O governo do AKP, juntamente com os EUA, são os principais criminosos por trás da tragédia humana na Síria. Esse crime, no qual embarcaram juntos em nome da liberdade do povo sírio, abriu uma enorme ferida que não pode ser curada há anos, não apenas na Síria, mas em toda a região.

AKP E EUA SÃO PARCEIROS NA AÇÃO CRIMINOSA NA SÍRIA

Nem o governo do AKP, nem os EUA, nem qualquer outra força imperialista podem trazer paz ao povo da Síria.

É evidente que a retórica de paz e liberdade daqueles que confiam nas forças imperialistas, que veem a solução em conceitos como governo autônomo, localidade, regionalismo, nada mais é do que o produto de estratégias imperialistas para dividir o povo. Aqueles que confiam nesse ou naquele nacionalismo agem de forma fútil.

A decisão por um futuro pacífico e próspero pertence apenas ao povo da Síria. As demandas dos trabalhadores da Síria que resistiram à intervenção imperialista nos últimos oito anos são claras: independência, soberania e integridade territorial.

A operação do AKP hoje contra um país cuja soberania desconsidera, sob o pretexto da segurança da Turquia, é inaceitável. Além disso, o fato de isso ser justificado com a reivindicação do retorno dos sírios deslocados para suas casas não passa de uma grande hipocrisia.

FORÇAS IMPERIALISTAS SÃO A AMEAÇA REAL À NOSSA SEGURANÇA

A ameaça real à segurança de nosso país é a OTAN, são os EUA e as forças imperialistas e aqueles que insistem em colaborar com eles. A paz na Síria só pode ser estabelecida quando todas as forças imperialistas e ocupantes se retirarem da região. São os sírios que podem determinar o futuro da Síria.

Partido Comunista da Turquia – Comitê Central

Tradução: Partido Comunista Brasileiro (PCB)

https://www.tkp.org.tr/en/aciklamalar/hands-syria-0

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar