Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Sábado, 07 Janeiro 2017 20:24 Última modificação em Segunda, 09 Janeiro 2017 23:20

Golpistas pretendem destruir a ciência nacional

Avalie este item
(1 Voto)
País: Brasil / Direitos nacionais e imperialismo / Fonte: Causa Operária

A política dos golpistas consiste na destruição e ataque ao patrimônio nacional. Além das empresas e das riquezas do País, o alvo da direita também é o desenvolvimento científico e tecnológico nacional. Em uma nota de repúdio, um conjunto de associações e entidades ligada à área da ciência e da tecnologia denuncia a manobra feita pelos golpistas no Congresso Nacional, que irá cortar drasticamente o dinheiro destinado ao setor.

O problema consiste em uma mudança proposta pelo Congresso e sancionada pelo presidente golpista Michel Temer, a qual altera as diretrizes da Lei Orçamentária para o país no ano de 2017. A medida modifica as fontes de financiamento destinado ao Ministério de Ciência Tecnologia e Informação.

De acordo com a legislação anterior, era o próprio tesouro nacional que garantia o financiamento direto para os projetos na área de ciência e pesquisa. Agora, com a mudança realizada, o governo irá estabelecer uma nova lei para regular a verba destinada para essa área, denominada de “fonte 900”. Até o momento em que essa lei for criada, o dinheiro não será investido.

Estima-se que o prejuízo seja de 1, 7 bilhões de reais, o que afetaria projetos importantes no campo do desenvolvimento científico, da pesquisa e da tecnologia, tais como: laboratórios de pesquisa, bolsas de estudo etc. Somente no Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, o CNPq, o corte de recursos pode chegar a 66%.

Outro problema que restringe ainda mais o dinheiro para esse campo é a PEC 55, proposta de emenda constitucional que limita o investimento no setor público durante 20 anos. O que irá reduzir ainda mais a verba não só para a área de pesquisa científica, mas também para a educação e para a saúde.

O ataque ao desenvolvimento científico nacional faz parte da política dos golpistas de levar à submissão do país aos interesses imperialistas. Um país que não consegue desenvolver suas indústrias e promover de forma autônoma projetos na área da ciência e da tecnologia que beneficiem sua população é um país completamente oprimido por interesses alheios aos seus.

O corte de recursos para a educação, a ciência, entre outras áreas é uma forma de acabar com a soberania nacional submetendo o País ao jugo dos países mais ricos.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar