Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Sábado, 27 Mai 2017 23:22 Última modificação em Terça, 30 Mai 2017 21:18

Diante da crise dos golpistas, organizar uma greve geral de 48 horas

Avalie este item
(3 votos)
País: Brasil / Laboral/Economia / Fonte: Causa Operária

No dia 24 de Maio, a classe trabalhadora deu mais um passo na luta contra o golpe. Mais de 150 mil pessoas, de todos os cantos do Brasil, se organizaram, por meio de suas organizações de luta, em Brasília para se opor às reformas do golpe e ao presidente Michel Temer.

Depois da greve geral do dia 28 de Abril e do ato do dia 10 de Maio em Curitiba contra a prisão de Lula, o governo Temer entrou em crise, que foi aprofundada pela ocupação de Brasília. Para a direita golpista, ele é muito impopular; não consegue aprovar as reformas contra o povo e conter a reação dos trabalhadores. Não serve mais ao golpe. Isso reflete uma crise interna da burguesia que, com o desenvolvimento do golpe e da reação trabalhadora, só vem se acentuando, e abre brecha para a atuação da classe operária na política.

Diante disso, a população não pode mais acreditar no sucesso de medidas parlamentares para barrar o projeto dos golpistas, vendo que, em Brasília, o governo se impôs pelo uso da força, apesar da imensa opinião contra ele. É necessário que a classe trabalhadora imponha uma derrota aos golpistas, pela força. A força dos trabalhadores está em parar a produção e forçar a mão da burguesia, no sentido do que foi feito no dia 24 de abril.

É necessário que as organizações dos trabalhadores organizem uma greve geral desta vez por dois dias para demonstrar seu repúdio ao golpe de estado. A greve deve apontar claramente seu objetivo, a greve de dois dias será mais um desenvolvimento rumo à greve geral por tempo indeterminado, isto é, parar o País até que as reivindicações dos trabalhadores sejam atendidas, até que o golpe seja derrotado.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar