Publicidade

Diário Liberdade
Publicidade
Publicidade
Segunda, 22 Agosto 2016 11:46 Última modificação em Domingo, 04 Setembro 2016 12:59

Ricardo Antunes: “O PT acreditou no mito da conciliação de classes” Destaque

Avalie este item
(0 votos)
País: Brasil / Batalha de ideias / Fonte: Esquerda Diário

Esta segunda entrevista dá continuidade às entrevistas que o Esquerda Diário está fazendo com intelectuais, jornalistas e figuras políticas da esquerda. Nesta entrevista, conversamos com o sociólogo e professor da Unicamp, Ricardo Antunes.

Dando continuidade às entrevistas realizadas pelo Esquerda Diário, primeiro com Guilherme Boulos, do MTST, depois com o cientista político Rudá Ricci, debatemos a complexa situação política do país e os desafios para a Esquerda.

Nesta entrevista, conduzida por Christian Castillo, ex-deputado na Argentina pelo PTS-FIT e apresentador do La Izquierda Diario TV, da rede internacional de diários digitais que o Esquerda Diário faz parte, Ricardo Antunes comenta sua visão sobre o golpe institucional no país, seu balanço dos governos do PT e os desafios para a esquerda.

Para ele, como se pode ver na entrevista abaixo, os governos de Dilma e Lula se constituíram como governos do “partido da ordem”, retomando essa categoria de Marx. Governos marcados por uma política de conciliação de classes e que o PT acreditou que tinha ganho a classe dominante para seu projeto. Polêmico como sempre o sociólogo atribui uma “nota zero” aos governos do PT.

Essa oposição e crítica aos governos do PT, não pode permitir deixar de ver que ocorreu o que ele caracteriza como um “golpe parlamentar com ressonâncias judiciais”, para instituir um governo que realize importantes ataques à classe trabalhadora. Essa caracterização, que uma parte da esquerda não petista no Brasil não viu; na opinião dele, por medo de parecer que estivessem apoiando o PT.

Veja o vídeo do sociólogo, que também passa por uma visão do que ele chama das “rebeliões de junho e subsequentes”, sua visão sobre a atual classe trabalhadora e dos desafios atuais da esquerda, que para ele, passam pela amplificação das lutas sociais e por alguns temas que unifiquem a “miríade de movimentos” atuais.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Publicidade
Publicidade

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar