Publicidade

Diário Liberdade

Mostrando itens por tag: refugiadas

Concentración entorno á conmemoración do día internacional dos deritos humamos: POLO DEREITO AO ASILO/ REFUXIO. LUNS 11 de DECEMBRO ás 19:30 h. Praza do Toural, Santiago de Compostela. Coa participación de Uxía Senlle.
Publicado em Galiza

O vindeiro sábado 4 de marzo, Amnistía Internacional convoca aos medios de comunicación a asistir a un acto que a organización levará a cabo en varias localidades de toda España, para conseguir o compromiso real das autoridades dos Concellos coa acollida das persoas refuxiadas.

Publicado em Galiza

Denuncian a terrible inxustiza que acrecentada polo inverno, seguen a vivir miles de persoas ás portas das nosas fronteiras e dentro das mesmas como consecuencia das políticas migratorias  do Goberno e a Unión Europea.

Publicado em Galiza

Saíndo en manifestación até o Cantón, onde tivo lugar unha concentración na que Alberto Ameneiros deu lectura ao manifesto unitario: Rachemos coas fronteiras, non ás guerras.

Publicado em Galiza
Tagged sob
Domingo, 05 Junho 2016 04:07

"Nós aqui, na nossa distração"

«Ser refugiado é pegar nos filhos pela mão, é arrumar a trouxa, e começar a fazer caminho. É fugir da guerra e de um sítio onde a morte é quase certa. Quem nunca ouviu uma bomba a cair por perto não consegue imaginar. Quem nunca ouviu o baque surdo da explosão de um carro carregado de explosivos não consegue imaginar. Quem nunca sentiu o sopro da deslocação de ar não consegue imaginar. Quem nunca ouviu o assobio de uma bala não consegue imaginar. Quem nunca viu corpos estropiados, não consegue imaginar. Quem nunca viu crianças mortas a serem retiradas da cave de um prédio bombardeado, não consegue imaginar. Muitos dos refugiados que nos batem à porta já viram grande parte de tudo isto. Há poucos dias, a Rainha da Jordânia, de origem palestiniana, alguém que não deve ter falta de conhecimento sobre o drama dos refugiados, visitou o campo de Kara Tepe, em Lesbos, e foi muito directa na mensagem: ninguém consegue entender a magnitude desta crise até estar frente a frente com os refugiados.»
Publicado em Mundo

Gases lacrimogêneos e cortes de fornecimentos de comida, água e leite foram executados pela Polícia grega para desmantelar o campo de Idomeni, onde milhares de pessoas sobrevivem e fogem da guerra imperialista da Síria e da pobreza extrema noutros países do sul.

Publicado em Mundo

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar