Publicidade

Diário Liberdade
Quinta, 22 Dezembro 2016 10:18

Profissionais da psicologia recomendam abandonar o consumismo nos presentes às crianças

Avalie este item
(0 votos)
/ Consumo e meio natural / Fonte: COPG

Nestas datas do Natal a sociedade consumista que impera hoje obriga-nos a comprar a cada vez mais e especialmente para as crianças da família, que esperam com emoção um monte de presentes. Da Seção de Psicologia Educativa da Ordem de Psicologia da Galiza fazem uma série de recomendações à hora de presentear no Nadal com acerto, adequadamente e sem cair no excesso.

O primeiro, escrever uma carta [ao Apalpador], o Pai Natal ou os Reis Magos é um momento especial para partilhar, onde a família tem que orientar as decisões sobre o que os pequenos e pequenas vão pedir. Devemos ajudar-lhes a reflectir sobre quais são os presentes que realmente lhes emocionam e explicar-lhes que não vão receber tudo que peçam. Também se deve procurar que não se deixem arrastar pelos impulsos consumistas provocados pela publicidade destas datas nem pelos caprichos e assim a carta será bem mais razoável.

É fundamental que respeitemos as recomendações de segurança, escolhendo o brinquedo adequado para cada idade, as habilidades e as capacidades da criança, evitando aqueles excessivamente sofisticados que anulam a imaginação e a criatividade. No caso de presentear um jogo eletrónico, este não deve ser violento, sexista nem discriminatorio, e dever-se-á limitar de início o tempo de uso.

Vale mais qualidade do que quantidade: previamente deve acordar-se entre todos os membros da família um número razoável de agasallos que as crianças receberão ao todo durante o Nadal e para ajudar-nos a decidir quais são os presentes mais ajeitados, podemos ter em conta como prioridades os seguintes tipos de prendas:

1. O presente que mais lhe emocione, que deseje muito e que deveria aparecer na sua carta.

2. Um bom livro que levante o seu interesse (de romance, científico, de animais, etc.).

3. Um brinquedo para partilhar na família: para brincar com pessoas de diferentes idades e inclusive gerações.

4. Um presente útil para usar, como roupa, complementos ou material escolar.

5. Presentes"criativos" que podem resultar muito emocionantes, por exemplo, "vales de tempo" para passar tempo de lazer em família, dar um passeio ou ir ao cinema.

Chegado o dia, para além dos presentes, as crianças podem receber também uma carta de resposta [do Apalpador], o Pai Natal ou os Reis Magos à que eles ou elas fizeram onde se ponham de manifesto os progressos realizados durante o ano, se destaquem os seus valores e se lhes encoraje a continuar avançando nesse caminho.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar