Publicidade

Diário Liberdade
Sábado, 08 Outubro 2016 17:13 Última modificação em Quarta, 12 Outubro 2016 12:04

Especulação: A misteriosa queda da libra esterlina nas bolsas

Avalie este item
(1 Voto)
País: Reino Unido / Laboral/Economia / Fonte: Vermelho

A moeda britânica sofreu durante a manhã desta sexta-feira uma estranha e brusca queda de 6,3% no seu valor, a maior desde a vitória do Brexit.

Durante as primeiras operações na Ásia nesta sexta-feira, a libra esterlina desabou inesperadamente, ao passar da cotação de US$ 1,26 ou US$ 1,27 para o valor de US$ 1,18. Dois minutos depois, a cotação voltou ao normal e se recuperou.

O portal Medusa tentou explicar o que se sabe e o que não é conhecido sobre esta brusca queda, de 6,3%, a maior desde a vitória do Brexit.

O que é conhecido


A troca de divisas libra/dólar é uma das mais populares do mercado. Em outras palavras, se trata de um mercado enorme e, quando sofre quedas misteriosas como essa, os operadores podem sucumbir ao pânico.

Naquele momento havia muito pouca gente no mercado e as operações estavam sendo conduzidas por robôs. Se trata de algoritmos que são capazes de reagir às notícias ou às mudanças de preços em outros mercados.

Em consequência, uma mudança brusca no valor da libra poderia ter desencadeado uma reação em cadeia, quando os robôs de todo o mundo receberam os sinais da queda da moeda britânica.

Quedas semelhantes ocorreram também com outras moedas. Colapsos das divisas populares por um curto período de tempo e sob circunstâncias misteriosas acontecem ultimamente cada vez mais frequentemente. Aconteceram casos semelhantes com o euro, a libra, o dólar e o iene. Ainda, o rand sul-africano caiu em janeiro cerca de 9% e depois de 15 minutos se recuperou. Algo similar ocorreu com o dólar da Nova Zelândia em agosto.

Ultimamente, a maioria dos comerciantes apostam contra a libra esterlina. A moeda se encontra em seu nível mais baixo frente ao dólar em 30 anos. Esta queda foi causada, em primeiro lugar, pelo voto dos cidadãos britânicos contra a permanência na UE, decisão que pode afetar a economia do país.

O que não sabemos

Não sabemos o que realmente aconteceu. A maioria dos analistas concordam que a culpa é dos algoritmos, mas o grau da sua participação no colapso é desconhecido.

Alguns explicam a queda com a tese de falha humana na hora de introduzir alguns dados, o que é conhecida como a falha do "dedo gordo". Outra versão é que os robôs estavam programados para reagir se a libra chegasse a um determinado valor mínimo, e isso foi o que eles fizeram.

A terceira teoria é que os robôs reagiram desta forma a uma notícia dada pela imprensa. Neste sentido, o colapso da libra aconteceu imediatamente depois de o site do Financial Times publicar um artigo em que o presidente francês, François Hollande, adota uma postura firma sobre a saída do Reino Unido da União Europeia.

Por último, não se pode excluir uma simples falha de computar, um erro de sistema.

Quem ganhou com isso

Se alguém vendeu libras nesta sexta-feira às 7 horas da manhã, hora de Hong Kong e depois, dentro de poucos minutos, voltou a comprá-las por um preço reduzido e as vendeu meia hora mais tarde, ganhou uma quantia enorme de dinheiro, estima o site, que explica que se há um comerciante tão astuto, surge outra questão:

Alguém tinha conhecimento do colapso?

O Banco Central do Reino Unido anunciou que examinará a queda, mas não deu mais detalhes.

Do Portal Vermelho, com agências

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar