Publicidade

Diário Liberdade

[Eldes Renato] Longe de ser uma espécie de introdução a obra de Marx (que requer algo muito mais que um texto para um blog), esse texto tem por objetivo expor de uma maneira simples e sintética o que vem a ser o Marxismo, com o propósito de contribuir para sua propagação.

Publicado em Mundo

[Arthur Roberto Fernandes Aquino, Luís Fernando Casara Corrêa*] Nos últimos dias, foi notável a mobilização popular contra o fim do Ministério da Cultura. Artistas, músicos, políticos e ativistas estiveram reunidos em ocupações públicas que resultaram na revogação da extinção do Ministério da Cultura. Entretanto as ocupações continuam, e com razão.

Publicado em Brasil
Segunda, 06 Junho 2016 09:49

Cosmonoopolitismo

[Rafael Silva] Noopolítica é um conceito cunhado pelos cientistas informacionais estadunidenses John Arquilla e David Ronfeldt que junta a palavra grega “nous”, que pode significar tanto inteligência quanto pensamento, mas que para Platão era a faculdade humana capaz de captar verdades fundamentais por uma via intuitiva, à palavra política, que embora bem conhecida de todos, é problematicamente pragmatizada pela maioria.

Publicado em Opiniom Própria
Segunda, 30 Maio 2016 17:27

Crônica sobre utopias

Se as coisas são inatingíveis… ora!

Não é motivo para não querê-las…

Que tristes os caminhos, se não fora

A presença distante das estrelas!

(Mário Quintana)

Publicado em Mundo
Quarta, 18 Maio 2016 12:26

Contra o golpe, qual o melhor afeto?

[Rafael Silva] Tristeza é o sentimento confesso de grande parte dos brasileiros diante do golpe de estado dado pelo “PMSDB” (o Frankenstein antidemocrático formado pelo PMDB e pelo PSDB). Tristeza maior, todavia, é que seja justamente tristeza o afeto mais afirmado em resposta ao golpe. Sentir outra coisa porventura é possível nesse momento? Como não estarmos tristes perante tamanho assalto? Mais ainda, poderia a alegria ser de alguma serventia contra os golpistas? Baruch Spinoza, o filósofo dos afetos, pode mostrar que sim, e como.

Publicado em Opiniom Própria

[Rafael Silva] A experiência da vida-em-rede-social tenta, por todos os links, nos convencer de que tudo o que queremos e precisamos está à distância de um click, inclusive, pasmem, mudar o mundo. Porém, as desventuras éticas, políticas, econômicas, ecológicas, etc. desse mesmo mundo mostram que, em se tratando dele, o buraco é mais em baixo. Sua revolução não está disponível às pontas dos nossos cursores e nas poucas polegadas dos nossos smartphones. O que, entretanto, conseguimos tentando revolucionar a realidade por meio de cliques?

Publicado em Opiniom Própria
Domingo, 17 Abril 2016 00:08

O respeito: essa rara qualidade

[Carolina Vásquez Araya] Todos nascemos em circunstâncias diferentes, com um código genético único, um ambiente determinado pelo momento específico quando começa nossa percepção do mundo e no modo como chegamos a ele.

Publicado em Mundo

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar