Publicidade

Diário Liberdade
Domingo, 12 Fevereiro 2017 19:14 Última modificação em Segunda, 20 Fevereiro 2017 08:50

Juventude sai às ruas em passeata na Venezuela Destaque

Avalie este item
(1 Voto)
País: Venezuela / Língua/Educaçom / Fonte: Diário Liberdade

Em comemoração aos 203 anos da Batalha da Vitória, integrantes do movimento estudantil e da juventude chavista saíram às ruas em Caracas neste domingo (12).

A mobilização começou pela manhã e os manifestantes marcharam até o Palácio de Miraflores, sede do governo, onde foram recebidos pelo presidente Nicolás Maduro.

O vice-presidente Tareck El Aissami também participou do ato e declarou que “a juventude é protagonista desta história viva”, em referência ao processo de transformação social que ocorre na Venezuela desde a chegada do ex-presidente Hugo Chávez ao poder, em 1999.

Em 12 de fevereiro de 1814, durante a guerra de independência contra o império espanhol, jovens venezuelanos se enfrentaram com as forças coloniais, e para lembrar esse feito de coragem a data é lembrada todos os anos como o Dia da Juventude.

Algumas das conquistas da juventude alcançadas em 18 anos da Revolução Bolivariana estão relacionadas especialmente com a educação.

A Venezuela erradicou o analfabetismo em 2005, segundo a ONU (Organização das Nações Unidas).

O governo bolivariano também criou 11 universidades nos últimos anos. De acordo com a UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), a Venezuela é o quinto país do mundo em número de estudantes ingressos na universidade (2,6 milhões de estudantes universitários, um crescimento de 800%). Além disso, 75% das instituições de ensino superior são públicas.

Conforme pesquisa de opinião pública realizada pelo instituto GIS XXI em 2014, 79% dos jovens venezuelanos entre 14 e 24 anos estuda, sendo 67% deles em instituições públicas e gratuitas. Ainda segundo o levantamento, 73% acredita que o melhor sistema é a democracia participativa implementada no país desde a chegada do chavismo. Também 60% dos entrevistados afirmou que o melhor sistema econômico é o socialismo e 21% respondeu que é o capitalismo.

Outro benefício para a juventude venezuelana nos últimos anos foi a democratização do acesso à internet, o mais abrangente e de menor custo na América Latina.

Até 2014 o governo venezuelano havia distribuído gratuitamente quatro milhões de laptops com acesso à internet para estudantes da educação básica e média e naquele mesmo ano distribuiu dois milhões para estudantes universitários.

A juventude opositora também organizou uma manifestação para lembrar a Batalha da Vitória e também para pedir a saída do presidente Maduro. Além disso, lembraram os três anos de início dos violentos protestos contra o governo, conhecidos como “guarimbas”, que deixaram dezenas de mortos.

A manifestação opositora deste domingo ocorreu no pequeno município de Chacao, no estado de Miranda, governado pelo opositor Enrique Capriles, um dos incentivadores das guarimbas de 2014.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar