Publicidade

Diário Liberdade
Sexta, 22 Dezembro 2017 11:45 Última modificação em Domingo, 07 Janeiro 2018 20:07

Cuba destinará 2/3 do orçamento de 2018 para saúde, educação, assistência e seguridade social

Avalie este item
(1 Voto)
País: Cuba / Laboral/Economia, Língua/Educaçom, Saúde / Fonte: Diário Liberdade

O governo de Cuba propôs ao Parlamento nesta quinta-feira (21) que 65% do orçamento do Estado para 2018 seja direcionado para as áreas de saúde pública e assistência social (27%), educação (21%) e seguridade social (17%).

A iniciativa foi apresentada pela ministra de Finanças e Preços, Lina Pedraza, na Sessão Plenária da Assembleia Nacional, encabeçada pelo presidente cubano Raúl Castro e foi submetida a avaliação prévia das comissões parlamentares.

Segundo a agência Prensa Latina, Pedraza afirmou que os rendimentos do orçamento aumentarão 4,3% em relação a 2017 e as despesas da atividade orçada crescerão três pontos percentuais.

Os recursos previstos irão respaldar os serviços básicos à população, exportações, produções que substituem importações e investimentos em infraestrutura, moradia e o enfrentamento dos danos causados pelo Furacão Irma e outros desastres climáticos, frisou a ministra.

“O orçamento denota o paradigma de justiça social e proteção dos direitos humanos que distingue a Cuba, algo inalcançável hoje em muitas partes do mundo”, completou.

Crescimento da economia

Na mesma Sessão Plenária do Parlamento, o ministro de Economia e Planejamento, Ricardo Cabrisas, anunciou que Cuba terminará o ano de 2017 com um crescimento econômico de 1,6%.

Ele explicou que setores como turismo, agricultura, construção, transporte e comunicações foram os principais motores do crescimento do PIB cubano este ano.

Apesar de parecer um crescimento baixo, Cuba sofreu em 2017 com desastres naturais (Irma e outros eventos climáticos como a seca prolongada), os efeitos da continuidade e aumento do bloqueio econômico dos EUA e tensões financeiras que prejudicaram a economia, sem, no entanto, que retrocedesse e diminuísse o cuidado governamental com o bem estar da população.

“No meio das adversidades, a nação soube ajustar às possibilidades reais, conseguiu sustentar os serviços básicos à população e os principais níveis de atividades contemplados no Plano da Economia”, afirmou Cabrisas.

O governo estima um aumento de cerca de 2% do PIB para 2018. O plano econômico deverá ser dirigido especialmente para a recuperação após os desastres naturais e os investimentos para o desenvolvimento de infraestruturas, a potencialização de rendimentos em divisas, a Zona Especial de Desenvolvimento de Mariel, o turismo e o transporte ferroviário.

O ministro acrescentou que terão atenção especial também as obras para o desenvolvimento de fontes renováveis de energia, o sistema elétrico do país, a produção de alimentos, a safra açucareira e os serviços públicos como educação, saúde, cultura e transporte de passageiros.

Diário Liberdade é um projeto sem fins lucrativos, mas cuja atividade gera uns gastos fixos importantes em hosting, domínios, manutençom e programaçom. Com a tua ajuda, poderemos manter o projeto livre e fazê-lo crescer em conteúdos e funcionalidades.

Doaçom de valor livre:

Microdoaçom de 3 euro:

Adicionar comentário

Diário Liberdade defende a discussom política livre, aberta e fraterna entre as pessoas e as correntes que fam parte da esquerda revolucionária. Porém, nestas páginas nom tenhem cabimento o ataque às entidades ou às pessoas nem o insulto como alegados argumentos. Os comentários serám geridos e, no seu caso, eliminados, consoante esses critérios.
Aviso sobre Dados Pessoais: De conformidade com o estabelecido na Lei Orgánica 15/1999 de Proteçom de Dados de Caráter Pessoal, enviando o teu email estás conforme com a inclusom dos teus dados num arquivo da titularidade da AC Diário Liberdade. O fim desse arquivo é possibilitar a adequada gestom dos comentários. Possues os direitos de acesso, cancelamento, retificaçom e oposiçom desses dados, e podes exercé-los escrevendo para diarioliberdade@gmail.com, indicando no assunto do email "LOPD - Comentários".

Código de segurança
Atualizar

Quem somos | Info legal | Publicidade | Copyleft © 2010 Diário Liberdade.

Contacto: info [arroba] diarioliberdade.org | Telf: (+34) 717714759

Desenhado por Ritech

O Diário Liberdade utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar